Selina integra marketplace da Housi e mira longstay

Bem como outras companhias do mercado hoteleiro, a Selina diversifica a distribuição e visa atrair público novo

Selina

A entrada de companhias hoteleiras tornou-se comum à Housi. Após unidades como Hilton São Paulo Morumbi e Transamérica Comandatuba (BA), a Selina é mais uma a integrar o marketplace da plataforma de moradia por assinatura. A rede panamenha aposta no crescimento das estadas longas.

Já atendendo, principalmente, o mercado de nômades digitais, a Selina busca diversificar a distribuição e o perfil dos clientes com a parceria. A companhia adiciona as seis unidades que possui no país, sendo duas em São Paulo (Centro e Vila Madalena), Rio de Janeiro (Copacabana e Lapa), Paraty (RJ) e Florianópolis. Em 2021, ainda está prevista a entrada da rede em Foz do Iguaçu (PR) e Bonito (MS) e Búzios.

Entre os benefícios da parceria entre Selina e Housi, destacam-se a possibilidade de vender estadas com um tempo de hospedagem mais longo, plugar gratuitamente as unidades no marketplace da startup e utilizar o sistema de gerenciamento inteligente da plataforma. Este último, de acordo com a plataforma, aumenta a visibilidade dos anúncios na internet, fazendo uma precificação dinâmica baseada na oferta e demanda.

Parceira da Selina

Atualmente, a Housi atua com 50 mil quartos de hotéis plugados ao seu marketplace, auxiliando o setor como canal de distribuição. A empresa completou três meses de atuação no Brasil com a proposta de usar espaços ociosos como moradias flexíveis.

“Ter o Selina Hotels na nossa plataforma é a certeza de que estamos no caminho certo. Acreditamos ser possível oferecer moradia flexível utilizando a ociosidade das unidades existentes da rede hoteleira, a preços atrativos”, afirma Alexandre Frankel, CEO da Housi.

Além das unidades já citadas, existem parcerias com Staybridge Suites São Paulo, Blue Home by Blue Tree, Hotelaria Brasil e Nacional Inn, entre outras.

Deixe uma resposta