Setur-RN e polo Costa Branca debatem projetos de incentivo ao turismo

Setur-RN
Aninha Costa, secretária de turismo do Rio Grande do Norte

A secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte (Setur-RN) realizou a terceira rodada de reuniões do Polo de Turismo Costa Branca, por videoconferência. O grupo reúne-se a cada três meses com o objetivo de dialogar com os municípios e fortalecer as ações de promoção e desenvolvimento da cadeira produtiva do turismo nos municípios que pertencem à região. Diante do cenário pandêmico, o encontro debateu as diversas iniciativas do governo potiguar voltadas ao retorno seguro às atividades do setor turístico.


Aninha Costa, secretária de Turismo, apresentou aos participantes o cenário atual do turismo no estado e pontuou as ações da Setur para a retomada gradual e segura às atividades. “Os meses de agosto e setembro apresentam um crescimento na oferta de voos das companhias TAP, Azul e Latam. Durante a pandemia a malha aérea foi reduzida à essencial e, aos poucos, com todas as medidas de segurança sanitárias resguardadas, estamos aumentando o número de voos domésticos, inclusive com aeronaves de grande porte”, ressaltou.


Durante a reunião, Marcelo Milito, representante do Sebrae-RN, apresentou a metodologia de Desenvolvimento Econômico Local (DEL Turismo), implantada em três municípios turísticos do Rio Grande do Norte: São Miguel do Gostoso, Parnamirim e Tibau do Sul. A capacitação de pessoas das comunidades e instalação de pontos de informação ao turista são alguns resultados já alcançados, com o objetivo de integração da comunidade à cadeia turística local.

Solange Portela, sub-secretária de Política e Gestão Turística do Rio Grande do Norte, conduziu a apresentação do programa “Turismo Cidadão” e reforçou sobre a importância da integração dos municípios, especialmente os meios de hospedagem na adesão aos programas de fomento à atividade turística: Selo Turismo+Protegido e Turismo Cidadão. “Para aquecer a economia do setor, é fundamental a integração dos municípios incentivando a adesão aos programas de governo. Cabe aos gestores estimular as empresas a aderir ao selo que assegura ao usuário segurança sanitária, neste contexto de pandemia, e ao empresário a possibilidade de aderir ao Programa Turismo Cidadão”, explicou.

O encontro reuniu gestores da Setur/RN, Emprotur, membros do Conselho de Turismo do Polo Costa Branca, representantes dos municípios e outros convidados.

TURISMO CIDADÃO

Criado em parceria com a Secretaria Estadual de Tributação, o programa tem como objetivo estimular a economia potiguar e, principalmente, o segmento turístico. Iniciada em setembro, nessa primeira fase, a ação permite ao cidadão trocar pontos acumulados no aplicativo Nota Potiguar por vouchers que dão direito a diárias em meios de hospedagem e passeio de buggy nos prestadores de serviço cadastrados. O principal requisito para adesão é ter o selo Turismo +Protegido, o edital está disponível no site e nas redes sociais da Setur e da Emprotur. O chamamento público para às empresas que quiserem participar começou no dia 27 de agosto e segue até amanhã, 08 de setembro.

Deixe uma resposta