Sindetur-RJ discute problemas com transporte turístico

Por: Camila Oliveira

 

Na última semana, o presidente do Sindetur-RJ, Aldo Siviero, esteve reunido com o secretário Estadual da Habilitação, Rafael Picciani, com o subsecretário da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, Joaquim Monteiro de Carvalho e com o candidato a vereador Thiago K. Ribeiro, para discutir os problemas relacionados ao transporte de turistas no Rio de Janeiro. 

 

Siviero destacou problemas existentes no embarque e desembarque de passageiro em aeroportos, hotéis e pontos turísticos e mencionou ainda os transtornos causados pela falta de uma legislação específica para agências com frota própria. 

 

“O Detro entende que as agências com frota própria devem ser cadastradas no órgão e ter o mesmo tratamento das empresas de linhas permissionárias ou de linhas regulares e de fretamento de veículos, o que é um equívoco. Não podem exigir das agências o mesmo número de veículos e o mesmo faturamento de uma linha regular. A frota de agência vai de acordo com a necessidade de cada uma”, defendeu o presidente da entidade.

 

Para Picciani, o problema é a falta de comunicação entre os poderes público e privados. “Acredito que este é um problema gerado muito mais pela falta de comunicação do que pela necessidade de uma lei específica. Os órgãos envolvidos precisam conhecer melhor as atividades das agências com frota própria, pois só assim entenderão a diferença entre os serviços prestados e a responsabilidade de cada um”, destacou.

 

Já Ribeiro, se colocou à disposição para ser o interlocutor do setor junto ao governo. “Eu também sou um agente de viagens e conheço os entraves da atividade, mas sinto que existe uma necessidade urgente de diálogo com o governo”, ressaltou.

 

Carvalho, que trabalhou durante três meses em Londres, junto ao Comitê Organizador Brasileiro, teve a oportunidade de observar a preparação da cidade para receber as Olimpíadas. 

 

“Acompanhei todo o processo de logística, de transporte, de recepção e de conservação para este mega evento e preparei um documento para ser apresentado ao governo. Queremos aplicar aqui o que funcionou lá e tenho certeza que o setor de turismo tem muito a contribuir neste planejamento”, comentou  o subsecretário.

 

CO

Deixe uma resposta