Snowland cresce 10% no primeiro semestre; confira

Segundo Gabriela Zannata, supervisora do Snowland, os shows, em união com o teatro Flokus, proporcionam atrações para todas as famílias e idades

0
Samuel Kist, gerente comercial da Turistur Gramado, e Gabriela Zannata, supervisora comercial do Snowland

Ribeirão Preto/SP – Os shows de patinação artística no gelo não são só destaque quando o assunto é Snowland. O espetáculo, disponível em qualquer época do ano também se tornou o principal produto de divulgação durante a 23ª Feira de Turismo Avirrp, que aconteceu no Centro de Convenções Taiwan, em Ribeirão Preto, em São Paulo.

Segundo Gabriela Zannata, supervisora comercial do empreendimento, que está localizado em Gramado, no Rio Grande do Sul, os shows, em união com o teatro Flokus, proporcionam atrações para todas as famílias e idades. “O parque é uma atração imperdível no destino”, afirma a executiva.

Neste primeiro semestre, foi notável um aquecimento no mercado, que resultou em um alavancamento que varia entre 8% e 10% no faturamento frente ao ano passado. “Para o parque, tem sido um ano muito bom, crescendo bastante de um ano para o outro e expansiva procura pelo empreendimento. Isso mostra que, por mais que o parque tenha somente cinco anos, ele está ficando cada vez mais reconhecido”, se orgulha Gabriela.


LEIA MAIS:
+ Snowland celebra 5 anos como uma das principais atrações turísticas do Brasil
+ Parque Snowland, em Gramado (RS), vai abrir à noite
+ Snowland apresenta 30º Sonho de Natal de Canela

Este reconhecimento é feito, obviamente, pelos agentes de viagens, como aponta a executiva. “Nossa participação na Avirrp também é uma resposta à nossa consolidação. Os agentes de viagens vêm, já pedem informação e querem saber das novidades. Por isso a gente está aparecendo mais. As pessoas estão pedindo pelo parque”, destaca a profissional.

Para o segundo semestre, o planejamento é a palavra-chave. “É o modo que a gente encontra para acompanhar o mercado, como o cenário vem se comportando. Desta forma, é possível ter mais retorno e ser mais efetivo no que será desenvolvido”, complementa.

O mercado de Gramado

De acordo com Samuel Kist, gerente comercial da Turistur Gramado, o destino é um produto que se vende por si só. “Recebeu títulos de Melhor Destino do Brasil e Melhor Destino de Inverno do Brasil. Então é muito fácil vender Gramado. Hoje, na região, são muitas atrações e, por isso, fazemos um trabalho constante de atualização e capacitação para com as agências de viagens”, afirma.

Kist aproveitou também para falar sobre o Snowland, que, segundo ele, vem se consolidando como um dos principais atrativos da região. “Nós temos o índice de satisfação muito alto. O brasileiro quer ter aquele contato da neve e ele não precisa mais sair do Brasil para isso. Então, temos um fluxo muito legal para o Snowland”, denota.

Quanto receptivo, o profissional afirma ter um contínuo trabalho de oferecer algo diferente aos passageiros, proporcionando às agências de viagens uma padronização do serviço deles. “A gente vive em um mercado muito competitivo e as empresas hoje entram em contato e enviamos espumante e chocolate para o cliente em nome do agente de viagens, intensificando, valorizando e fidelizando essa relação com o cliente dele”, finaliza o executivo que reconhece e a necessidade de manter posicionamento do setor privado mesmo com o insistente trabalho do setor público.


Leia também:
Gol promove palestra e destaca Voe Biz durante Gramado Summit
Festuris Gramado 2019 apostará em casamentos e águas termais
Gramado recebe palestra sobre Terrorismo de Gênero nas Redes Digitais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here