South African Airways coloca nove aeronaves à venda; entenda

A companhia aérea sul-africana pretende alocar da melhor forma os novos modelos Airbus recém-chegados e, por isso, negocia outros aviões
South African Airways
Mesmo com a renovação, a South African Airways mantém o modelo A330 (foto) em suas operações

A South African Airways (SAA) anunciou que algumas de suas aeronaves estão à venda. A decisão condiz com a necessidade de acomodar os novos A350-900 que a companhia adicionou à frota entre outubro e novembro de 2019.

O anúncio da venda foi feito no site da companhia aérea, informando a negociação por nove aeronaves wide-body – cinco Airbus A340-300s e quatro Airbus A340-600s. Além disso, 15 motores sobressalentes, quatro unidades de Potência Auxiliar e um dispositivo usado para fornecer energia também estão na lista de dispensa.

“Depois de recebermos novos modelos da Airbus, tornou-se necessário vender nossos modelos mais antigos”, confirma Zuks Ramasia, CEO da SAA. Além disso, o executivo cita que a diferença entre os modelos é grande e, portanto, se mostrou necessário manter somente as aeronaves de recursos superiores.

“A decisão de vender as aeronaves não tem nada a ver com o processo de business rescue. Por algum tempo vínhamos planejando substituir nossas aeronaves de quatro motores pelas de dois motores”, diz a executiva.

Novos A350-900 da South African Airways

De acordo com Zuks, as aeronaves começarão a operar em sua malha internacional na próxima semana, substituindo o modelo A340 se tornou possível. Por conta disso, o anúncio da venda foi feito, já que estas costumavam a operar em rotas regionais e internacionais, dando lugar, agora, aos modelos A330 e A350-900.

A data de final para envio de propostas à South African Airways é 30 de janeiro às 11h00, horário da África do Sul.


Leia Também:

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui