SPCVB e Abear lançam vídeos sobre protocolos do turismo

A campanha, que em sua primeira fase, incentivava tanto o turismo doméstico como internacional, passa agora a priorizar o turismo regional

spcvb

Na última semana, o São Paulo Convention & Visitors Bureau (Spcvb) e a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) lançaram três vídeos técnicos com orientações para colaboradores, sobre os protocolos para a retomada dos meios de hospedagem, bares e restaurantes e eventos.

“Desde o ano passado, o Spcvb e a Abear, com apoio da Setur, vinham executando campanhas de promoção do turismo no Estado de São Paulo no Brasil e no mundo. Com a pandemia do covid-19 tivemos que adiar a segunda fase, entretanto, criamos uma comunicação complementar e estratégica para o momento, demonstrando como os destinos paulistas estão se preparando para receber os visitantes com segurança e bem-estar, assim que seja possível estimular novamente o turismo”, detalhou Toni Sando, Presidente Executivo do Spcvb.

Ação que tem apoio institucional do Governo do Estado de São Paulo foi criada com base nas diretrizes do Plano São Paulo, do Governo do Estado. Os protocolos estão disponíveis no site do Visit SP.

“Gerenciamento é fundamental. E o novo normal não se restringe apenas aos protocolos. Implica em inovar, rever e repensar tudo. Não basta se adaptar – é preciso criar uma agenda para o dia de amanhã. Levar em conta a ideia de ‘Economia da Vida’. E o Estado de São Paulo trabalha para uma retomada segura”, pontua Vinicius Lummertz, Secretário de Turismo do Estado de São Paulo.

A campanha, que em sua primeira fase, incentivava tanto o turismo doméstico como internacional, passa agora a priorizar o turismo regional, acompanhando, dia a dia, a evolução da malha aérea.

 “Todo o esforço da Aviação Brasileira, no enfrentamento da crise, foi manter o país conectado. Fechamos julho com 600 voos domésticos – ou 28% da malha.  No final do ano, queremos chegar a 70% da malha. Uma boa parcela dos viajantes internacionais, ao se convencerem de que viajar dentro do Brasil é seguro, poderá ser atraída para turismo doméstico. As aeronaves dispõem de sistema de filtragem do ar de alta eficiência, o que garante um ambiente muito seguro. Mais seguro do que fora da aeronave”, explicou Eduardo Sanovicz, Presidente de Abear.


Deixe uma resposta