Star Clippers destaca cruzeiro ‘Mamma Mia’ e novo veleiro com capacidade para 300 passageiros

Maior embarcação da companhia começará a navegar no próximo verão europeu
Star Clippers
Terri Haas, vice-presidente de vendas da Star Clippers

Viajar pelo mundo ao sabor do vento, chegando a destinos paradisíacos que não são acessados pelos transatlânticos. Esse é o principal diferencial da Star Clippers, companhia sueca de veleiros que oferece cruzeiros premium pelos mundo, passando por atrativos bastante cobiçados.

A empresa que tem três embarcações em operação – Star Clipper e Star Flyer, com capacidade para 170 hóspedes cada um; e Royal Clipper, que acomoda até 227 passageiros – anunciou que deverá estrear em breve o Flying Clipper, o quarto e maior veleiro da frota. Com capacidade para levar até 300 passageiros, ele está em fase final de construção na Croácia.

Nos próximos meses, serão colocadas as cinco velas que garantem entre 70% e 90% da energia que movimenta a embarcação. “Somos sustentáveis há muito tempo, desde antes de a palavra entrar em moda”, disse Terri Haas, vice-presidente de vendas da Star Clippers, companhia eleita líder mundial em cruzeiro verde pelo World Travel Awards em 2018. Em passagem pelo Brasil, a executiva disse que o passo seguinte é fazer os testes no mar e eventuais reajustes nas rotas.

A previsão é que ele comece a navegar no próximo verão europeu, com estrutura maior que seus antecessores, mas o mesmo nível de operação e serviços. Em termos de estrutura, serão oferecidas 150 cabines, sendo quatro Owner Suits, três piscinas, biblioteca e área para ginástica, entre outros espaços.

LEIA MAIS:
+ Veja os roteiros da Star Clippers para velejar pela Indonésia
+ Star Clippers quer dobrar o número de brasileiros neste ano

Como destaques, a VP cita a gastronomia sofisticada, o atendimento exclusivo – com direito a dois tripulantes por passageiro embarcado – e atividades aquáticas incluídas, além de opções de entretenimento a bordo que incluem atividades físicas e outras menos usuais. Os passageiros podem, por exemplo, auxiliar no hasteamento das velas e participar de aulas de astronomia sob o céu estrelado.

O valor da experiência

O maior diferencial da frota, entretanto, é a possibilidade de chegar a portos menores e mais exclusivos por conta das dimensões reduzidas – na comparação com os transatlânticos. “Em Dubrovnik, na Croácia, nossos passageiros desembarcam em pleno centro e podem curtir a cidade a pé”, revelou Terri.

Terri Haas (Star Clippers) com Jean-Philippe Pérol, Fernanda Sarubbi e Paula Azeredo (Cap Amazon)

Paula Azeredo – executiva da Cap Amazon, empresa que representa a Star Clippers no Brasil – destacou também o roteiro para o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1. “O veleiro atraca pela manhã e os hóspedes podem descer, assistir à final do GP e retornar no fim do dia, pois a navegação começa à noite”, disse. Segundo ela, o veleiro se transforma em uma embarcação acessível na comparação com as tarifas cobradas pela hotelaria do principado.

A VP da Star Clippers reforça que a proposta de exclusividade tem mais a ver com experiência do que com o luxo tradicional – tanto nas instalações quanto no dress code a bordo. “É uma sofisticação casual, o luxo está em proporcionar vivências transformadoras. Hoje, experiência é o nome do jogo”, defendeu Terri.

A executiva também citou o exemplo do roteiro para as ilhas de Skiathos e Skopelos, na Grécia, a bordo do Star Flyer, em maio. “Esses são os portos que serviram de locação para o filme ‘Mamma Mia’. A experiência de chegar a esses locais paradisíacos do filme fez com que as cabines se esgotassem poucos dias depois que anunciamos o início das vendas”, comemorou.

Novos itinerários

A companhia opera atualmente no Caribe, Mediterrâneo e Sudeste Asiático e está com cabines à venda para os itinerários que começam em abril de 2020. No Mediterrâneo, os novos portos de embarque para o Royal Clipper incluem Stintino (Sardenha), Propriano (Córsega); Vis, Korcula e Zadar (Croácia).

Na Ásia, os novos roteiros incluem o reforço no número de escalas na Tailândia, Malásia e na Indonésia, além da estreia dos veleiros no Camboja. Os portos de parada incluem a ilha de Koh Rong, paraíso de vida selvagem com florestas e praias de areia branca, e Sihanoukville, conhecida por suas praias ininterruptas e frutos do mar frescos. Uma excursão opcional será oferecida para os passageiros que desejarem visitar o templo de Angkor Wat, em Siem Reap.

 

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui