Startup brasileira indeniza passageiros aéreos em até mil reais

0

O pico de movimento nos aeroportos brasileiros durantes as férias, o Natal e o Réveillon acompanha o aumento de voos atrasados e cancelados. O imprevisto pode transformar o descanso em pesadelo, como chegar atrasado à ceia de Natal ou à hora da virada, além de acarretar em prejuízos financeiros, com a perda de conexões, reserva de hotéis, restaurantes ou passeios.

Pensando nisso, a startup Quick Brasil propõe ser uma solução imediata para viajantes que já passaram por esse tipo de situação. A plataforma propõe uma indenização instantânea no valor de mil reais por pessoa em depósito em conta bancária a cada voo comprovadamente atrasado, cancelado ou com overbooking.

Ao receber a compensação, o passageiro renuncia receber qualquer outro valor da companhia aérea referente ao caso. A Quick Brasil, por sua vez, passa a reivindicar a retratação diretamente com a companhia, assumindo os riscos e resultados. Desde seu lançamento, a plataforma já atendeu cerca de 2 mil casos.

“Nosso objetivo é garantir que o consumidor seja indenizado nas situações em que foi lesado pelas companhias aéreas, mas com muito mais rapidez que a justiça pública e sem riscos. O próximo passo é tornar a Quick Brasil conhecida nacionalmente, e consequentemente, impactar uma melhoria no serviço prestado pelas empresas de aviação no que diz respeito ao tratamento dos seus consumidores”, relata o advogado brasileiro Thiago Naves, um dos quatro sócios da Quick Brasil.

Inédita no país, a ideia foi desenvolvida por um grupo de quatro empresários: o próprio Naves; Amory Gonzalez, da Guatemala; Gaurav Tandel, da Índia; e Jon Hanson, dos Estados Unidos. O grupo participou do Global Entrepreneurship Bootcamp 2017, na Austrália, um programa de inovação do renomado MIT, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

Leia mais sobre Aviação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here