Sustentabilidade no Turismo é tema do inédito Fórum Internacional MAPS

Além de conhecimento, encontro destaca oportunidade de posicionamento às empresas que podem associar suas marcas à causa de relevância incontestável

Sustentabilidade

Sustentabilidade no Turismo e nos Eventos é a proposta do encontro criado pela MAPS, consultoria que apoia corporações que buscam desenvolver práticas responsáveis. Programada para acontecer nos dias 15 e 16 de setembro, a primeira edição do Fórum Internacional MAPS foca na responsabilidade como forma de irradiar impactos positivos e alavancar a retomada da economia como um todo.

O encontro é capitaneado por Carla Mott Ancona, diretora da MAPS, e terá painelistas nacionais e internacionais que propõem abordar temas essenciais para a regeneração do planeta e as formas de inserir essas abordagens no ecossistema de Turismo e Eventos. “Estamos em um momento crucial e precisamos seguir em frente com o que temos, unindo cada vez mais forças, com o senso de urgência apurado, atenção plena, porque não há tempo a perder”, ressalta. Ela lembra, ainda, que o evento representa oportunidade de posicionamento às empresas que podem associar suas marcas a uma causa de relevância incontestável.

Os sete painéis programados – Turismo de Incentivo, Turismo Responsável, Economia Circular, Cadeia de Mobilidade, Retomada de Negócios, Viabilidade Econômica e Cidades-Modelo no Mundo – terão tradução simultânea. Totalmente digital, o evento foi concebido e planejado para atrair patrocinadores em três categorias: Floresta Amazônica, Mata Atlântica e Pantanal – com investimento fixado em R$ 9 mil, 6 mil e 3 mil, respectivamente. O número de inserções de vídeos, e-mail marketing, posts e descontos varia de acordo com cada categoria.

O montante coletado destina-se ao pagamento dos custos do evento, que inclui a equipe que trabalha na produção – a maioria formada por profissionais da área de turismo e eventos que perderam o emprego pelos reflexos da pandemia de covid-19 – e doação a comunidades indígenas do Amazonas em risco diante do novo coronavírus. A prestação de contas está prevista na programação do evento, para conferir transparência total em relação à verba arrecadada.

A programação é aberta à participação de operadores, agentes de viagens, fornecedores, consumidores e clientes corporativos.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta