Tailândia reforça potencial de produtos e destinos gay-friendly

A Tailândia foi um dos destinos que reforçaram os seus produtos e serviços à comunidade durante o 3º Fórum de Turismo LGBT do Brasil
Chad Intrachooto, do Turismo da Tailândia, com Alex Bernardes, da Revista ViaG

Não existe fronteiras ao viajante LGBT+. Por isso, a Tailândia foi um dos destinos que reforçaram os seus produtos e serviços à comunidade, durante o 3º Fórum de Turismo LGBT do Brasil.

“Nós somos conhecidos por sermos a ‘terra do sorriso’. Então, como não recepcionar bem os nossos visitantes? Lá, a nossa gente sabe respeitar as particularidades de cada visitante. E mais: ele tem a liberdade de ser quem é”, explica o representante do Turismo da Tailândia, Chad Intrachooto.


LEIA MAIS:
+ Fórum de Turismo: Las Vegas é o segundo principal destino da comunidade LGBT
+ Turismo LGBT: como as políticas públicas devem atuar pela promoção?
+ Miami apresenta atrativos locais e anuncia eventos LGBT para público

Opções aos visitantes, aliás, não faltam. O representante ainda destacou os principais atrativos de cada uma das regiões. De Norte a Sul, Leste a Oeste, o turismo do país tem muito potencial que o brasileiro pode ainda descobrir.

“O Norte tem muita história e serviços culturais. Enquanto isso, o Sul dispõe de ótimas praias, com águas de cor de esmeralda. O Leste é para quem não tem muito tempo e quer praia, pois é possível estar em Bangkok e ir a um destino praia em uma hora de carro. Entre essas praias o destaque vai para Pattaya, que é tida como a South Beach tailandesa, e a Koh Sama já recepcionou eventos LGBT+, como o Pride”, destacou Intrachooto.

Por fim, para quem não dispensa de uma boa gastronomia, o pais ainda conta com 27 restaurantes premiados pela Michelin. “Além disso, se o visitante estiver se sentindo perdido, ele pode entrar em contato com os órgãos turísticos e conseguirem dicas valiosas”, revelou.


Leia também:
Caribe gay-friendly: os diferenciais de Curaçao para a comunidade LGBT+
Fort Lauderdale é anfitriã do Pride of the Americas 2020; confira
Israel é foco no começo da tarde do Fórum de Turismo LGBT em SP

Deixe uma resposta