TAM figura ranking que premia dez companhias mais inovadoras

Por: Camila Oliveira

 

A TAM Linhas Aéreas figura a quinta posição da edição 2012 do ranking “The world’s 10 most innovative airlines” (As 10 companhias aéreas mais inovadoras do mundo”, prêmio organizado pela agência independente de pesquisa airlinetrends.com, baseada na Holanda, que monitora a indústria mundial de aviação para mapear inovações comerciais que vão ao encontro das transformações do setor e das demandas dos clietnes.

 

Segundo o fundados da airlinetrends.com, Raymond Kollau, os principais critérios utilizados para ranquear as companhias são a criação de serviços relevantes e inovadores em seus mercados de atuação, e a capacidade de tornar singular a experiência de viagem do passageiro.

 

“O passageiro brasileiro sempre teve em mente as experiências marcantes que viveram com companhias estrangeiras. Figurar nesse ranking é a comprovação de estarmos à altura das melhores práticas do mundo e isso é uma enorme satisfação para nós. Temos o compromisso de entregar sempre o melhor serviço. Esse reconhecimento é fruto do trabalho coordenado de muitas equipes, focadas em proporcionar ao cliente uma experiência de voo única”, comemora a diretora de Marketing da TAM, Manoela Amaro.

 

No caso da TAM, de acordocom a companhia, quatro quesitos foram importantes para que a companhia figurasse no ranking. O pioneirismo em implantar um sistema de conectividade a bordo, que permite o uso de celulares para ligações e trocas de e-mails durante os voos, foi um deles.

 

Outros dois, relacionados a ações de marketing e comunicação, foram a criação de QR-codes para comemorar datas especiais, e o “Projeto Vintage”, que marcou a reabertura do Museu TAM e proporcionou aos passageiros uma viagem ambientada nas décadas de 70 e 90. Durante o projeto, os uniformes dos comissários relembraram os primeiros designs da companhia e, ainda, duas aeronaves Airbus A319 foram remodeladas em estilo vintage, considerando as pinturas, logotipos e tecidos de interiores utilizados naquele período.

 

De acordo com a companhia, o quarto quesito considerado foi à realização do primeiro voo teste com bicombustível, feito à base de pinhão-manso, da América Latina.

 

CO

Deixe uma resposta