Tamandaré recebe projeto Praia Sem Barreiras

Por: Priscila Ferraz

A praia de Tamandaré, no litoral sul de Pernambuco, é a mais nova localidade contemplada com o projeto Praia Sem Barreiras, referente ao Programa Turismo Acessível – Pernambuco Sem Barreiras. Idealizada pela Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE), através da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), a ação, voltada para pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida, garantirá momentos de lazer a todos que visitam o local.

 

Em Tamandaré, o Praia Sem Barreiras fica localizado na Avenida Beira Mar, próximo a Igreja São José. O projeto está instalado em uma área com cerca de 150 m² e funciona aos sábados, domingos e feriados, sempre na maré baixa. Os visitantes podem desfrutar, gratuitamente, de uma esteira de acesso ao mar, com 45 metros de comprimento, além de duas cadeiras anfíbias, uma piscina para o lazer de crianças e o banho de mar com o auxílio de profissionais qualificados.  

 

“É uma meta do Turismo de Pernambuco garantir momentos de lazer a todos, residentes e turistas. O projeto vai muito além da instalação de toldos e esteiras, realizamos também a qualificação dos monitores que fazem o banho assistido e dos funcionários do trade turístico do entorno. Acreditamos que todos merecem ser respeitados e bem tratados, pois prezamos por um Pernambuco ainda mais igualitário”, disse o vice-presidente da Empetur, Eduardo Figueiredo.  

 

Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 27% da população pernambucana possui algum tipo de deficiência, o que corresponde a 2.426.106 de pessoas. Lançado há um ano, o projeto já atendeu 2,5 mil usuários nas cinco praias contempladas com a ação (Boa Viagem, Porto de Galinhas, Fernando de Noronha, Olinda e Candeias). 

 

O projeto conta com a parceria da Prefeitura de Tamandaré e do Instituto Oceanário. Com o objetivo de melhor atender aos usuários, quatro monitores da Secretaria de Saúde de Tamandaré passaram por oficinas de capacitação e são os responsáveis pelo trabalho de assistência durante o projeto.

 

 

PF

Deixe uma resposta