Tap diz que “2019 deve ficar no mesmo patamar de 2018”

O diretor-geral da TAP no Brasil, Mário Carvalho, afirmou que os números da companhia aérea portuguesa neste ano no mercado brasileiro devem se manter estáveis

0
Mário Carvalho, diretor-geral da TAP no Brasil
Por Rafael Massadar

O diretor-geral da TAP no Brasil, Mário Carvalho, afirmou durante a abertura do Portugal 360 que os números da companhia aérea portuguesa neste ano no mercado brasileiro devem se manter estáveis em relação a 2018. O executivo, explica que o balanço final só melhorará caso o segundo semestre seja melhor.

“Nossa expectativa para o primeiro trimestre era de alta. No entanto, ficaram o mesmo patamar do ano passado. Espero que com as reformas que o governo pretende fazer, a economia acelere e os números cresçam no restante do ano”, disse Mário Carvalho.

Nordeste

O executivo mostra-se confiante em relação a região. Segundo Mario Carvalho, a frequência de Recife apresenta voos números de ocupação e que a tendência seja de acréscimo de rotas.


LEIA MAIS:
+ Tap recebe o seu primeiro Airbus 321LR; a aérea encomendou 12
+ Goiás investe em ecoturismo e visa otimismo em stopover da Tap
+ Tap expande stopover para estados do Centro-Oeste e Tocantins

“Ainda estamos na expectativa de recebermos os novos Airbus A321 que podem fazer a travessia com facilidade a partir da região, menos de Salvador. Isso pode facilitar a criação de novos voos”, observa o diretor-geral da TAP no Brasil.

Voos regionais – Questionado pelo Brasilturis da intenção da TAP realizar voos interno no Brasil, Mário Carvalho diz que “a princípio a companhia não planeja realizar esse tipo de operação”.


Leia também:
Gol registra queda no número de decolagens domésticas e cresce no internacional
Hahn Air Lines lança site exclusivo com informações de rotas e operações
KLM promove 76º Assembleia Geral Anual da Iata em Amsterdã

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here