TAP não reduzirá rotas para o Brasil

Por: Chris Flores

O presidente da TAP, Fernando Pinto, esteve presente na cerimônia realizada na manhã de hoje, dia 22, em Guarulhos, para dar as boas-vindas à Avianca Brasil, que agora também faz parte da Star Alliance. O presidente garantiu que não haverá redução de rotas no Brasil e que o consórcio Gateway (liderado por David Neeleman, fundador e acionista da Azul Linhas Aéreas Brasileiras e de Humberto Pedrosa, do Grupo Barraqueiro) já traz benefícios para TAP.

 

“Não haverá nenhuma redução de rotas para o Brasil, até porque as rotas estão com 82% de ocupação. Atualmente há um aumento no fluxo de europeus para o Brasil, já que o País se torna uma opção interessante, com um câmbio favorável”, declarou. “Precisávamos de capital e o consórcio Gateway nos trouxe isso, além de seus empresários terem um conhecimento importante de mercado na Europa e nos EUA”, completou.

 

Planos de crescimento


Visando sua expansão pela América Latina, a companhia já iniciou sua parceria com Avianca, Copa Airlines e Taca, através de voos codeshare em destinos potenciais como Colômbia e Panamá.

 

Através de acordos com a Azul Linhas Aéreas e com a entrada da Avianca Brasil na Star Alliance, também há planos para o crescimento da TAP no Brasil.

 

“Vim para TAP para privatizar a empresa e deixá-la bem, essa é a ideia. Já tivemos um crescimento enorme até então. Parte da missão está cumprida”, finalizou.

 

 

Christiane Flores

Deixe uma resposta