Confira seis tendências para viagens corporativas pós-pandemia

Tendências para viagens corporativas foram apresentadas pelo futurista Johnny Thorsen, em palestra ao vivo transmitida durante o primeiro festival online dedicado ao segmento

tendências 360

Tendências para viagens corporativas nos próximos 3 a 5 anos foi o tema de uma palestra conduzida por Johnny Thorsen, empreendedor especializado em futurismo na TravelTopia, membro do Conselho da Associação de Executivos de Viagens Corporativas (ACTE, da sigla em inglês) e vice-presidente de Estratégia e Inovação na American Express Digital Labs. O dinamarquês que vive próximo a São Francisco (EUA) afirmou que prever os rumos do setor não é tarefa fácil, diante de toda a incerteza causada pela pandemia e das mudanças recorrentes que ela provoca no mercado. Entretanto, segundo ele, alguns sinais já podem ser notados.

O conteúdo é parte do primeiro Festival Internacional de Viagens Corporativas e Eventos Online, um encontro virtual em cinco etapas, criado por Viviânne Martins e Patrícia Thomas, sócias da Academia de Viagens Corporativas para destacar pensamentos, opiniões e anseios de grandes profissionais do exterior no mercado brasileiro. As duas ancoraram a transmissão, realizada diretamente do WTC, em São Paulo (SP), com o apoio técnico do grupo R1 Audiovisual. “A ideia é que a gente abra a mente e tenha novas visões sobre o que virá”, diz Viviânne. As próximas apresentações acontecem nos dias 19 e 26 de maio, 2 e 9 de junho (confira a agenda completa ao final do texto).

Tendências à vista

viagens corporativas
Johnny Thorsen

A retomada, na visão do futurista, será lenta para o Turismo em geral, mas o segmento de lazer deve se recuperar mais rápido do que o setor corporativo. “A única maneira de vencermos os problemas decorrentes da pandemia é trabalhar juntos e compartilhar as melhores práticas”, disse, reforçando que cada empresa terá a tarefa de adaptar os procedimentos de acordo com suas políticas.

Baseado em sua experiência e nas conversas que teve com viajantes corporativos e TMCs, Thorsen destacou seis tendências que devem se tornar realidade nesse mercado no curto prazo. Elas tratam de novos protocolos de segurança exigidos dos fornecedores, procedimentos adicionais para aprovação das viagens que devem constar das políticas de cada empresa, modificação no formato das reuniões e até de novas formas de recepcionar o viajante após a pandemia. Confira:

Novo protocolo para fornecedores

Companhias aéreas, empreendimentos hoteleiros, locadoras de veículos e demais fornecedores passarão a ser muito mais exigidos em relação a padrões de limpeza e higienização. A cadeia deve se adaptar e fornecer dados confiáveis às TMCs para garantir a continuidade dos negócios.

Procedimentos extras para aprovação de viagens

O custo com o planejamento de viagens corporativas será mais alto no futuro, o que levará os gestores a questionar a real necessidade de certos deslocamentos. Segundo Thorsen, a primeira pergunta a ser feita é: “Essa viagem é importante suficiente para justificar seu planejamento?”. A incerteza é intensificada pela falta de um padrão entre os países. Cada nação vem definindo suas regras fixadas em relação à entrada de viajantes internacionais – com possibilidade de mudanças em um período curto, dada a volatilidade do cenário – e as chances de cancelamento “no meio do caminho” justificam uma maior pressão por parte dos gestores.

Exigências relacionadas a saúde do viajante

As empresas precisam se preparar para as diferentes exigências que podem ser adotadas pelos destinos. Uso de máscaras, aferição de temperatura e até testagem obrigatória são algumas dessas medidas que devem ser analisadas e confrontadas com as políticas das empresas em relação à privacidade de seus funcionários.

Reuniões em formato híbrido

Os encontros profissionais e sociais devem migrar para um formato híbrido no qual parte das pessoas se encontra pessoalmente e outro(s) grupo(s) participa(m) de forma virtual – seja de suas próprias casas/escritórios ou reunidos em um único local em subgrupos. “Tecnologia será essencial para planejar o evento tanto para os que participam presencialmente quanto para os que assistem de casa e a hotelaria deve se adaptar para oferecer conexões de qualidade”, aponta Thorsen.

Kit de boas-vindas

Muitos dos anfitriões que recebem os viajantes corporativos estão acostumados a entregar materiais de trabalho e itens de necessidade na recepção. Eles terão de incluir máscaras, luvas e testes rápidos nesses kits? Ou os viajantes levarão seus próprios conjuntos de segurança? Os itens serão entregues no aeroporto ou deixados nos apartamentos? Segundo o especialista, essa questão deve ser decidida por cada profissional.

Arquivo de profissionais

Determinar qual é a pessoa mais qualificada para atender a um cliente de acordo com a distância entre ambos. Ter um arquivo com informações atualizadas de qualificação e o endereço de funcionários e colaboradores será essencial para diminuir os deslocamentos.

Próximos encontros

Realizado em cinco etapas, o Festival Internacional de Viagens Corporativas e Eventos Online terá outras quatro palestras com renomados profissionais do segmento. Os encontros virtuais acontecem sempre às terças-feiras e têm o apoio do grupo R1 Audiovisual, rede GJP de Hotéis e Resorts, SAP Concur, Kontik e Paytrack. Vale lembrar que o conteúdo é disponibilizado ao vivo e em inglês. Confira a agenda dos próximos e inscreva-se:

19/05, das 17h às 18h30 – Jennifer Steinke (Head global de viagens/PPD Laboratórios): Qual será o novo normal para a gestão do cliente de viagens corporativas?
02/06, das 17h às 18h30 – Christine Valls (Vice-presidente de Vendas da American Airlines para América Latina, Caribe e Florida): O que experts da indústria aérea estão discutindo para a retomada?
09/06, das 17h às 18h30 – Susan Shaid-Kedson (Diretora global de Compras da Accor Hotels): A indústria de hotelaria passará por uma grande transformação, como se preparar?

15/06, das 10h às 11h30 – Avinash Chandarana (Diretor global de Desenvolvimento/MCI): Como se reinventar profissionalmente no mercado de eventos? (inicialmente agendada para 26/5, a palestra foi transferida para 15/6)

*Conteúdo atualizado em 19/5 com a troca de data da palestra de Avinash Chandarana

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui