“Trabalhar em união é o caminho”, diz Abracorp sobre coronavírus

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (11), executivos da associação citam possíveis ações do trade turístico brasileiro para superar impactos negativos do surto global

Abracorp
Carlos Prado e Gervásio Tanabe (ambos da Abracorp)

A epidemia que assola o mundo há, pelo menos, dois meses, também impacta o setor turístico. Mesmo assim, executivos da Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas (Abracorp) não se mostram assustados com o surto do coronavírus. Segundo Carlos Prado, presidente da entidade, a preocupação é importante, mas o Brasil não pode perder a chance de se sair bem nessa situação.

“A união de empresariado, governantes, sociedade e mídia precisa acontecer para que qualquer desinformação ou crise sejam superadas. Evitar que fake news e pânico sejam espalhados é ato necessário e importantes para a recuperação”, afirma.

As ações da Abracorp, segundo o presidente, não devem ser diferentes do que é realizado por outras entidades do Turismo. Seja no lazer ou corporativo, o caminho a ser trilhado deve ser único. “O setor deve mostrar que o Brasil pode ser um caminho para os turistas. É isso que nossos associados, por exemplo, têm realizado com clientes fora do País”, explicou.

O grupo seguirá as normas de órgãos de saúde como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Organização Mundial de Saúde (OMS). Até o momento, levantamentos mostram 52 casos confirmados no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. No mundo, são mais de 124 mil.


Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui