Trains & Tours apresenta rotas pela Transiberiana

As rotas são operadas pela empresa russa Imperial Russia Train (IRT)

A agência brasileira da TT Operadora, Trains & Tours Lufthansa City Center, passa a oferecer quatro rotas  de viagens em trens pela ferrovia transiberiana. Elas são operadas pela empresa russa Imperial Russia Train (IRT). A gerente de projetos internacionais IRT, Vera Grigoreva, esteve no Brasil exclusivamente para o lançamento dos roteiros de luxo, intitulados Imperial Russian Train, um produto turístico com sistema all inclusive. “Todos os trens oferecem atendimento em inglês, espanhol, francês e alemão para facilitar a vida do turista”, explicou Vera.

O CEO da TT Operadora no Brasil, Pablo Bernhard, comemorou o lançamento dos roteiros no Brasil e disse que é uma oportunidade de ver a Rússia a partir da janela de um trem. “Pouca gente sabe que a Transiberiana é uma rota e não um trem. Estamos trazendo a oportunidade para que possam ver de perto essa maravilha”, disse.

O roteiro original parte de Moscou e segue até Vladivostok que também pode ser realizado no sentido inverso.  Tem duração de 14 dias e nove paradas que incluem Moscou, na Rússia; Kazan, capital da República do Tartaristão; Ecaterimburgo, já na fronteira com a Ásia; Novosibirsk, maior cidade da Sibéria; Irkutsk, considerada a capital oriental da Sibéria; Lago Baikal, e Khabarovsk, fronteira natural entre Rússia e China.

Outro trajeto é o de Moscou a Pequim, ou também no sentido inverso. Depois da parada em Ulan-Ude, última cidade russa desta rota, o trem desviará da ferrovia transiberiana e seguirá pela ferrovia transmongoliana com sentido a Ulan Bator, capital da Mongólia. Por fim, o trem segue viagem e finaliza sua jornada em Pequim.

A Ferrovia Transiberiana é a mais lendária e a maior ferrovia do mundo. Possui 9.289 quilômetros de extensão e quatro rotas distintas, sendo que a principal começa em Moscou e termina em Vladivostok, além de passar por oito fusos horários.

Como organizar a viagem

As viagens no trem Russia Imperial são programadas de acordo com os pedidos preliminares das empresas de viagem. Os trens não são regulares. Então é preciso sinalizar à TT Operadora o interesse dos clientes.

Para 2019 já estão previstas saídas de 14 dias para o roteiro Moscou-Vladivostok em 28 de fevereiro, 24 de maio e 21 de julho. No sentido inverso há saídas planejadas em 11 de março, 4 de junho e 1 de agosto.  Já Moscou-Pequim há viagens de 15 dias previstas em 23 de junho e 18 de agosto e, Pequim-Moscou, 1 de julho e 26 de agosto.

Os preços da viagem variam de aproximadamente 6 a 10 mil euros por pessoa em cabine dupla.

Mais informações: Imperial Russia train

 

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui