Travel Ace: 88% dos viajantes consideram seguro viagem item essencial

De acordo com estudo realizado pela Travel Ace, 50% dos respondentes tendem a viajar ainda em breve e a empresa acredita na retomada gradual

Federico Siri, presidente da Travel Ace Brasil (Foto - Divulgação)
Federico Siri, presidente da Travel Ace Brasil (Foto - Divulgação)

A Travel Ace Assistance realizou uma pesquisa com os clientes e 50% dos entrevistados acreditam que vão realizar a próxima viagem em breve. Federico Siri, presidente da Travel Ace Brasil, acredita que a retomada acontecerá de maneira gradual.

“Como já acontece em outros países a retomada das viagens será gradual, começando por nacional e em seguida, internacional. São esperadas, a partir de julho, viagens domésticas porque alguns roteiros do país estão sendo reabertos e, com certeza, o turista deseja viajar tranquilo para descansar com a família e a prioridade é fazer isso de maneira responsável”, completa.

O executivo ainda declara estar otimista quanto às viagens internacionais e aposta em venda de produtos com flexibilidade de datas. “O mercado de turismo internacional está reagindo bem com a venda de viagens futuras. Estamos nos adaptando a esse novo momento, estudando novas demandas e o rumo que o setor vem tomando. Nosso foco tem sido trabalhar em novos produtos e tecnologias”, reforça.

O estudo da empresa ainda demonstrou que 88% dos viajantes consideram o seguro viagem um item fundamental no planejamento de viagens. “Já observarmos esse novo comportamento. Outras coberturas disponíveis ao segurado que vão desde reembolso de custo no caso de extravio e ou danos às bagagens até assistência financeira e ou jurídica”, destaca.

Siri ainda ressalta a disponibilidade do serviço de teleassistência, incluído na cobertura de todos os produtos sem qualquer custo adicional. “Por meio do nosso aplicativo, é realizada a consulta virtual, em que nosso cliente pode ser atendido de qualquer lugar do mundo, sem ter que se deslocar até uma assistência médica”, conclui.


Deixe uma resposta