Travelport adquire Mobile Travel Technologies Ltd

Por: Priscila Ferraz

A Travelport Worldwide Limited, plataforma de comércio de viagens, que fornece, entre outras, soluções de distribuição, tecnologia e pagamento para o setor de viagens e turismo no mundo todo, adquiriu a Mobile Travel Technologies Ltd, empresa privada com sede em Dublin, na Irlanda.

 

A MTT, líder no setor, fornece uma plataforma de viagens móvel e um conjunto de produtos que permite a companhias aéreas, hotéis, empresas de gestão de viagens corporativas e agências de viagens engajarem seus clientes por meio de serviços móveis sofisticados e personalizados, incluindo aplicativos web móvel e mensagens móveis inteligentes. Os aplicativos e serviços móveis da MTT são enviados com a marca personalizada a smartphones, tablets e dispositivos vestíveis, incluindo o Apple Watch.

 

Entre os clientes estão Singapore Airlines, Saudia, BCD Travel, Capita Travel and Events e Latam Airlines Group.

 

A MTT trabalha com seus clientes para criar aplicativos e serviços móveis inteligentes cuja experiência seja altamente centrada no cliente. Com a plataforma de viagens móveis e o conjunto de produtos, ela viabiliza que as empresas de viagem lancem rapidamente serviços de última geração, envolvendo serviços móveis com boa relação custo-benefício. Entre os serviços estão pesquisa, reserva e check-in móveis, além de produtos como o MTT Engage, que oferece ao viajante mensagens personalizadas e ofertas em tempo real, e o MTT Concierge Live, que cria uma experiência de “dia de viagem” no dispositivo móvel do viajante, incluindo atualizações de viagem contextuais e ao vivo e orientação no aeroporto.

 

“É uma extensão natural da estratégia da Travelport de redefinir o comércio de viagens para adquirirmos o que acreditamos ser a maior e mais bem-sucedida empresa focada na entrega de serviços e aplicativos móveis sofisticados para o setor de viagens. Adicionar a MTT como uma expansão da capacidade à nossa plataforma existente de comércio de viagens amplia ainda mais nosso alcance e agrega valor ao espectro de serviços para companhias aéreas, hotéis, agências de gestão de viagem e agências de viagem que são nossos clientes”, disse o presidente e CEO da Travelport, Gordon Wilson. “Ao mesmo tempo, a MTT será beneficiada com a rede criada pela Travelport em termos de infraestrutura, relacionamentos com outros clientes prospectivos e acesso ao conteúdo líder no setor. Gerenciaremos a MTT como subsidiária integral da Travelport, mantendo o CEO atual, Gerry Samuels, e sua equipe sênior, de forma que eles possam manter o foco exclusivo no setor móvel e os relacionamentos sólidos construídos com seus clientes”, completou.

 

Investimentos


A aquisição da MTT pela Travelport ocorre após outros investimentos recentes feitos como parte da estratégia contínua de redefinir o comércio em viagens, com ênfase particular na economia digital, que cresce com rapidez. Entre esses investimentos estão a Travel IT, um sistema da próxima geração de distribuição de uma operadora turística alemã; Hotelzon, empresa de distribuição de hotéis que participa da economia de viagens corporativas online; e a Locomote, empresa de desenvolvimento de aplicativos de viagens corporativas com sede na Austrália. A Travelport também investiu e expandiu a eNett, um empresa pioneira em pagamentos eletrônicos B2B atualmente presente em 47 países de todo o mundo, e que continua a crescer com rapidez.

 

Além disso, a Travelport investiu organicamente para permitir que tanto operadoras low-cost quanto grandes redes exibam e vendam todos os produtos e ofertas pela plataforma de comércio de viagens, de forma exclusiva e totalmente integrada, e ofereçam um portfólio líder no setor de propriedades hoteleiras individuais (650.000) que podem ser reservadas em tempo real.

 

Em conexão com a transação, a Travelport concedeu um total de 14,4 milhões de euros a 28 executivos da MTT, a serem pagos no primeiro trimestre de 2018 em ações ordinárias da Travelport com base nas metas de desempenho da MTT e outros termos e condições. 

 

 

PF

Deixe uma resposta