TTW Group anuncia projeto social e estratégia para crescer no B2B

Holding de turismo tem 60% dos negócios voltados às agências de viagens do segmento de luxo
TTW
Eduardo Gaz (TTW Group) e Milena Maggi (Original Miles) - Foto: Diego Siliprando

Em clima de São Pedro, a TTW Group reuniu clientes, parceiros e fornecedores para uma festa junina hoje (29/6), em sua sede hoje na capital paulista. “É uma forma de confraternizar, de estar em um ambiente mais descontraído com aqueles que nos apoiam durante o ano inteiro, incluindo os mais de cem funcionários que estão conosco diariamente e vieram hoje com as famílias”, explicou Eduardo Gaz, CEO da holding que reúne SKIBrasil, SKIUSA e Selections no mercado de alto luxo.

Ele aproveitou o encontro para anunciar um novo projeto social. Lançado durante a festa, o comitê formado por funcionários de todos os departamentos irá eleger uma causa para ser apoiada por três meses. Acabado esse tempo, um novo projeto ganha suporte da corporação. “Decidimos por esse modelo para conseguir atender a diferentes perfis de entidades, desde as que atendem idosos e público infantil até as ligadas a animais abandonados”, pontuou.

Em entrevista ao Brasilturis, Gaz reforçou o foco da companhia em crescer no segmento B2B e a aposta maciça em tecnologia para apoiar essa expansão. “A companhia investiu em um sistema de automatização de tarefas internas para ganhar escala e velocidade de atendimento. Vamos lançar, nas próximas três semanas, um sistema de gerenciamento que permite à equipe realizar o mesmo número de tarefas em um terço do tempo. Portanto, vamos crescer nossa capacidade em três vezes, o que é importantíssimo para o atendimento ao agente de viagens”, disse.

Silvya Silva, gerente da SKIBrasil e Selections para B2B, reforçou a estratégia de ampliar o atendimento a esse nicho que estreou nas companhias há cinco anos e hoje já representa 60% dos negócios. “Começamos com 20 agências e hoje já são mais de 400 atendidas por profissionais que trabalham de forma personalizada, entendendo o perfil do cliente e criando opções focadas em experiências”, pontuou.

Para ela, um dos segredos do sucesso para proporcionar roteiros surpreendentes é se atentar aos detalhes. “Queremos tocar as pessoas, nosso atendimento não é generalizado. Como, por exemplo, colocar a foto impressa do cliente em um ponto turístico visitado naquele dia no quarto dele; ou incluir um bilhete personalizado no restaurante, informando que a receita que ele adora está disponível no cardápio exclusivamente para ele. Isso você não consegue quando compra pela internet, seguindo o roteiro que alguém publicou”, exemplificou.

Falando pelo lado do cliente, Milena Maggi elogiou a TTW pelo foco no atendimento. “Eles entendem como a gente trabalha, então facilita muito. Esse relacionamento torna todos os processos mais simples”, defendeu a proprietária da Original Miles, agência boutique especializada em destination wedding e viagens de lazer. Ela reforçou a oferta de um novo pacote, customizado e formatado em parceria com a SKIBrasil, para vender pacotes a Ushuaia, na Argentina. A programação inclui participação em DJ sets com a conhecida Ornella Maggi – irmã de Milena e sócia da agência.

Alexandre Rizaucort (Version Unique)

Entre os fornecedores, Alexandre Rizaucort da Version Unique, empresa que representa DMCs de luxo em todos os continentes, comemorou o encontro em clima diferente do habitual. “Estar presente hoje é fugir um pouco do esquema do trabalho, que é fazer reunião e dar treinamentos. É um momento de falar de outros temas, se aproximar de uma forma diferente”, disse.

Entre as novidades, o executivo ressaltou o crescimento no interesse por roteiros diferentes na região francesa da Borgonha, um dos principais focos dos treinamentos que a empresa oferece para agências no Brasil. “Após o tombamento pela Unesco, em 2015, a procura cresceu bastante. Os brasileiros entenderam que dá para combinar facilmente com outros destinos franceses e vêm buscando por experiências genuínas, o que fez crescer o número de visitas às casas dos viticultores. Não são produtos já formatados, são experiências personalizadas”, finalizou Rizaucort.

 

Deixe uma resposta