Turismo: Colômbia não exige teste negativo ou comprovação de vacina

Os brasileiros podem contar com 13 frequências semanais entre Brasil e Colômbia e devem estar atentos às exigências das autoridades

Colômbia

A Colômbia reabriu as suas fronteiras para os brasileiros e não está mais exigindo teste RT-PCR negativo ou prova de vacinação. Além disso, as ligações aéreas com o Brasil foram estabelecidas, com 13 frequências semanais atualmente. De acordo com Flavia Saraiva, presidente da Procolombia, há uma grande reativação da conectividade aérea para que haja a reativação do Turismo.

“Estamos conscientes do potencial dos nossos destinos para atrair visitantes do mundo todo. Desenhamos um plano de recuperação concentrado nossos esforços na adaptação às mudanças, facilitando a conectividade e fortalecendo a confiança dos viajantes para visitar nossos destinos de forma segura”, complementou a profissional.

O destino ainda orienta que os viajantes utilizem a máscara, sendo o modelo N-95 o mais recomendado para pessoas com comorbidades e/ou com idade superior a 60 anos. Os passageiros estão obrigados a fornecer informações reais sobre seu estado de saúde, procedência, contato recente com casos suspeitos ou confirmados, além de cumprir instruções das autoridades e dar informações precisas de contato e endereço na Colômbia.

O plano de recuperação do destino vem sendo construído para proporcionar uma retomada consistente e segura. Em dezembro, por exemplo, foi aprovada a Lei Geral de Turismo, que, entre outras ações, estabelece redução do Imposto sobre o Valor Agregado (IVA) das passagens aéreas, que passou de 19% para 5%.

Nas últimas semanas, foi registrado um crescimento de dois dígitos na oferta de assentos em voos internacionais. Atualmente, são 21 companhias aéreas conectando a Colômbia com 22 países e 16 das 28 rotas que começarão a operar neste ano já foram inaugurados. Se comparado com 2019, este número é otimista, visto que, há dois anos, foram confirmadas 17 novas rotas.

No caso do Brasil, são 13 ligações semanais. A Avianca voa da capital colombiana para São Paulo sete vezes por semana e para o Rio de Janeiro três vezes. Além disso, a Latam liga os dois países com três voos por semana entre Bogotá e São Paulo.

Deixe uma resposta