Turismo das Bahamas promove webinar sobre retomada turística nas ilhas

De acordo com Juanita Ariza, representante das Bahamas no Brasil, turistas imunizados não precisarão mais apresentar teste negativo de PCR

Turismo das Bahamas

O Ministério do Turismo das Bahamas promoveu um webinar sobre a retomada do Turismo nas ilhas. A transmissão foi momento oportuno para destacar como o destino está recebendo os visitantes e quais os preparativos do país-arquipélago para uma nova temporada de férias.

O encontro contou com a presença de Juanita Ariza, representante do destino no Brasil; Erica Valbuena, diretora de Vendas para a América Latina; e Catia Frias, executiva de Vendas da American Airlines – que abordou os voos aos Estados Unidos a partir das Bahamas.

O bate-papo aconteceu no mesmo momento em que foram atualizados os protocolos de viagem e entrada em território bahamense. Para entrar no destino, os viajantes devem solicitar o visto de saúde Bahamas Travel Health Visa. Também se mantém apresentação de resultados negativos do exame PCR realizados com no máximo de cinco dias da chegada ao país.

“Turistas imunizados com as vacinas Pfizer, Moderna, Johnson & Johnson e Astra Zeneca estão isentos de apresentar o teste negativo para entrar nas Bahamas, mas ainda precisarão apresentar comprovante de vacinação e o visto Bahamas Travel Health Visa. Visitantes imunizados com outras vacinas e aqueles não-imunizados também são bem-vindos e devem seguir o protocolo padrão.”, explicou Juanita.

O destino caribenho é uma opção àqueles que precisam passar os 14 dias exigidos pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) norte-americano para ingressar nos Estados Unidos. Catia relembrou que a American Airlines seguiu facilitando as viagens, oferecendo mais flexibilidade e liberdade de fazer suas próprias escolhas.

“É fácil chegar as Bahamas, tendo em vista que, os atuais voos da American Airlines entre Brasil e Estados Unidos, como a movimentada rota rumo a Miami, têm conexão para Nassau, capital do destino.”, disse Catia Frias.

Por isso não há mais taxas de alteração para todos os voos domésticos (EUA), internacionais de curta distância e voos internacionais de longa distância selecionados nas tarifas da Cabine Premium, Econômica Premium e Cabine Principal. As tarifas da Econômica Básica compradas a partir de 1º de abril de 2021 não são reembolsáveis e não podem ser alteradas.

Quanto ao Atlantis Paradise Island, o exuberante resort à beira-mar localizado em Nassau/Paradise Island, Erica contou que as operações foram retomadas quase que completamente.

“O grande atrativo do empreendimento atualmente é que está fornecendo dois (2) testes de antígeno rápido gratuitos por quarto para hóspedes registrados dos hotéis The Royal, The Cove, The Reef e The Coral e com viagem confirmada aos Estados Unidos após o período. Os testes adicionais custam US$ 20 por hóspede.”, explicou a diretora.

Deixe uma resposta