Turismo de Pernambuco promove ações durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência

Com objetivo de buscar cada vez mais a inserção da Pessoa com Deficiência na sociedade e oferecer atividades de lazer que proporcionem momentos lúdicos, através de ações educacionais, de capacitações e informações, a Seturel-PE organizou uma programação recheada de opções culturais e gratuitas.

Nesta quarta-feira (23), a partir das 9h, cerca de 45 usuários de cadeiras de rodas, pessoas cegas, pessoas com síndrome de down e pessoas com déficit intelectual terão a oportunidade de participar de um passeio de Catamaran pelo Rio Capibaribe e pontes do Recife. Os participantes puderam se inscreveram gratuitamente.

Já na quinta-feira (24), a programação será à noite, quando cerca de 70 pessoas com deficiências e mobilidade reduzida assistirão ao show do cantor Milton Nascimento no Teatro Guararapes, gratuitamente. A ação faz parte do Projeto Horizonte Cultural.

Na sexta-feira (25), ainda dentro do Horizonte Cultural, os participantes do Instituto dos Cegos e do Centro de Apoio ao Surdo de Pernambuco vão visitar o museu Cais do Sertão, às 9h. Na ocasião, as pessoas cegas e as pessoas surdas visitarão o equipamento e contarão com áudio descrição e intérprete de libras. À noite, acontece o Luau do Praia Sem Barreiras de Boa Viagem, em parceria com a Prefeitura do Recife e a Uninassau. Para animar, cerca de 200 pessoas poderão curtir show gratuito de voz e teclado de Celo Gomes, das 18h às 21h, no Posto 7, na altura da Rua Bruno Veloso.

“Estamos promovendo ações durante a Semana Nacional de Pessoa com Deficiência pois temos um compromisso com a causa, tanto para quem vista o Estado, quanto para quem vive nele. As atividades proporcionam às pessoas com deficiência opções de lazer, capacitação e informação, integrando-as e promovendo a inclusão na sociedade”, afirma o Secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carrerras.

No sábado (26), a programação continua com apresentações culturais, a exemplo da Banda Segnus, que é formada por pessoas cegas ou com baixa visão, além de Show de Talentos com dança e manifestações culturais como o forró, frevo e samba. As atividades serão realizadas por pessoas com algum tipo de deficiência no Aeroporto Internacional do Recife. Como mestre de cerimônias, a Seturel-PE convidou Bruno Ribeiro e Amanda Moraes, que são pessoas com Síndrome de Down. Entre as apresentações culturais, a Secretária organizou apresentações de balé com Amanda Cabral (usuária de cadeira de rodas com paralisia cerebral) e Amanda Lima (Síndrome de Down); Frevo com Caio Rocha (Síndrome de Down); Samba com Bruno Ribeiro (Síndrome de Down); Zumba com Priscila Mesquita (Síndrome de Down) e a Banda do Projeto Encontro com grupo formado por autistas, pessoas com paralisia cerebral, síndrome de down, pessoas cegas, usuárias de cadeira de rodas e deficiência intelectual.

Durante a semana, também serão anunciadas as inscrições para a o novo curso de Recepcionista de Eventos para pessoas com Síndrome de Down, desta vez em Petrolina, no Sertão pernambucano. Serão oferecidas 20 vagas na turma. As inscrições e as aulas estão programadas para o próximo mês de setembro. “Devido ao sucesso que foi o Curso de Recepcionista de Eventos para pessoas com Síndrome de Down no Recife, resolvemos expandir para outros destinos turísticos. Com isso, começamos a disseminar a questão da inclusão social em Pernambuco”, comenta Carreras.

O já consagrado Domingo na Arena, programação do fim de semana da Arena de Pernambuco que reúne a família pernambucana, também entrará no circuito das ações da Semana da Pessoa com Deficiência. No domingo (27), ocorrerá um jogo de basquete de pessoas usuárias de cadeiras de rodas com jogadores da Associação de Deficientes Motores – ADM, representante de Pernambuco nas competições paraolímpicas nacionais. Serão realizados jogos demonstrativos de três contra três. A programação contará ainda com jogo de vôlei feminino de pessoas surdas, atletas das seleções brasileiras de vôlei indoor e atuais campeãs brasileiras de vôlei de praia. Tudo coordenado pelo professor Edson Maranhão, que faz parte da comissão da seleção brasileira. O evento contará ainda com GolBol com Associação Beneficente dos Cegos do Recife (ASSOBECER). Trata-se de um jogo praticado por deficientes visuais, cujo o objetivo é o jogador arremessar a bola no gol adversário. São três jogadores em cada time. A percepção é pelo tato com as linhas do chão e audição com os guizos dentro das bolas. A ASSOBECER também participará do Domingo na Arena com um grupo musical, composto por deficientes visuais, tocando forró Pé de Serra, teclado e violão, no palco principal.

De olho na Semana do Folclore, que teve a data comemorada no dia 22, a Seturel organizou apresentações de Mateus e Catirina e o grupo Sindrome de Down + para contar estórias típicas e tradicionais da cultura pernambucana com crianças com síndrome de down durante o dia todo espalhado pela Arena e no palco. Além disso, uma das cadeiras anfíbias utilizadas no banho assistido e a esteira de acesso ao mar estará disponível num estande montado pela Empetur. A Arena de Pernambuco será palco de uma apresentação cultural das mães e filhos da Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR) com um número de dança no palco principal e no final, elas contarão um pouco do projeto. Para finalizar, haverá apresentação do grupo Batuqueiros do Silêncio, grupo formado por deficientes visuais tocado maracatu.

Durante a edição especial do Domingo na Arena, o tour para conhecer o equipamento será gratuito para as pessoas com deficiência. “Pernambuco tem cerca de 2,4 milhões de pessoas com deficiência, ou seja, 27,58% da população tem algum tipo de deficiência motora, física, intelectual ou sensorial, de acordo com o último senso do IBGE de 2010”. Queremos aproveitar esta semana para dar opções de lazer de qualidade para essas pessoas e inseri-las cada vez mais na sociedade, complementa Carreras.

Para encerrar a Semana Nacional de Pessoa com Deficiência, também no domingo (27), durante a edição do “Recife Antigo de Coração”, no Bairro do Recife Antigo, a Empetur montará um estande nos mesmos moldes do que estará na Arena de Pernambuco para entrega de folheteria dos projetos “Vem ser Acessível” e do “Praia Sem Barreiras”.

Deixe uma resposta