Turismo em São Paulo: estado perde mais de 16 milhões de turista

Segundo dados da Secretaria de Turismo, São Paulo deixou de atrair mais de um milhão de estrangeiros por conta da pandemia de covid-19

Turismo em São Paulo

O estado de São Paulo, apesar de ter sua capital como um dos destinos mais procurados pelos viajantes brasileiros, perdeu mais de 16 milhões de turistas por conta da pandemia da covid-19. Os dados fazem parte do “Balanço econômico do turismo paulista 2020 e perspectivas para 2021/2022”, da Secretaria de Turismo, elaborado pelo do Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET). Desse total, mais de um milhão eram estrangeiros e os demais 15 milhões viriam de outros estados ou seriam os paulistas viajando dentro do estado.

Com a queda, São Paulo vai fechar o ano com 27,8 milhões de turistas, dos 46 milhões esperados. Em 2019 foram 44 milhões, ou seja, uma quebra de 36,8% causada pelo coronavírus. Nos empregos, outubro teve o melhor resultado em um único mês, com mais de sete mil vagas, porém isso aconteceu depois da perda acumulada de 150 mil postos de trabalho entre março e setembro.

Turismo em São Paulo: PIB e retomada

O documento “Balanço econômico do turismo paulista” trouxe também uma simulação do impacto da covid-19 no Produto Interno Bruto (PIB) do setor no Estado. A queda deve ser de 20,9% — ou R$ 46,5 bilhões. Com esse resultado o turismo fechará o ano com R$ 183,4 bilhões, já corrigidos pela inflação do período, o que representa uma participação de 7,4% nas riquezas produzidas pelo estado — em 2019 a participação foi de 9,3%.

Para a projeção da retomada, o CIET considerou que a vacinação contra convid-19 esteja acontecendo em todo o País até março de 2021. O número de turistas no Estado deve crescer 44% sobre os resultados de 2020, chegando a 40 milhões de viagens, principalmente domésticas. Já em 2022 deve ser retomado o crescimento normal, ultrapassando os resultados de 2019, e chegando a 46 milhões de viajantes.

Com relação aos empregos, a expectativa é mais otimista: em outubro de 2021 os 150 mil perdidos já terão sido recuperados, iniciando um novo período de contratações.

Deixe uma resposta