Turismo representa 48% das locações de veículos; veja mais

27% dos aluguéis de veículos foram feitos para turismo de lazer e 21% para negócios

1
Paulo Miguel Jr., presidente do conselho da Abla, destacou a desmistificação do aluguel de carros para turismo
Paulo Miguel Jr., presidente do conselho da Abla, destacou a desmistificação do aluguel de carros para turismo

Mais turistas estão alugando carros para viajar pelo Brasil. De acordo com o Anuário Brasileiro do setor de locação de Veículos 2019, apresentado pela Abla, no ano passado a locação para pessoas físicas para fins de turismo saltou 6 p.p., em relação a 2017, e representou 48% dos aluguéis, contra 52% do setor de terceirização (frota de empresas).

Assim, segundo os índices, 27% dos aluguéis de veículos foram feitos para turismo de lazer e 21% para turismo de negócios. Portanto, o aluguel por parte dos viajantes nacionais foi responsável por R$ 6,67 bilhões (total de R$ 13,9 bilhões) do lucro líquido do setor de locação.

LEIA MAIS

+ Campanha da Mobility levará agentes de viagens a Alemanha

+ Movida acrescenta modelo SUV da Renault em sua frota

+ Movida cresce 143% e tem lucro recorde de R$ 160 milhões em 2018

Contudo, segundo o presidente do conselho da Abla, Paulo Miguel Jr., a alta do turismo ocorreu após uma mudança de metodologia, mas também exaltou as mudanças na mentalidade dos consumidores.

“As empresas de capital aberto têm um olhar muito maior para a locação diária do que para a terceirização de frota. Por isso, com a nova avaliação, houve essa alternancia nas porcentagens”, afirmou.

“É um resultado da mudança cultural das pessoas. Cada vez mais, estamos desmistificando que alugar carros é difícil e caro. Assim, estamos mostrando que alugar veículos é algo fácil e barato”, concluiu o executivo.

Locadoras em alta

Além dos índices com o turismo, as locadoras tiveram alta em outros índices em 2018. Assim, a frota total chegou a 826 mil veículos (+16,5%), o número de lojas saltou de 11.407 para 13.182 (+15,5%), obtendo um faturamento bruto de R$ 15,3 bilhões.

Além disso, houve um recorde emplacamentos por parte das locadoras. Em 2018, o segmento foi responsável por 412.753 (19,04%) do total de carros leves comercializados no Brasil. Para 2019, a expectativa é que a frota total cresça 15%.

Confira algumas fotos da apresentação dos índices:

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here