Turquia espera receber cerca de 100 mil brasileiros em 2022

Além da fácil conectividade com destinos europeus e Oriente Médio, a Turquia procura popularizar seus atrativos no mercado nacional

Turquia
Gürsel Evren, cônsul geral da Turquia no Brasil

A reabertura das fronteiras da Turquia aos viajantes do Brasil reacendeu os interesses turísticos do destino europeu. Com expectativa de ultrapassar os 80 mil turistas brasileiros do período pré-pandemia, em 2019, o objetivo principal do país é se aproximar dos 100 mil visitantes nacionais em 2022.

Entre as principais estratégias previstas para isso, Gürsel Evren, cônsul geral da Turquia no Brasil, inclui a ampliação da conectividade aérea e a maior divulgação dos atrativos turcos.

“Pode não parecer, mas Turquia e Brasil não são tão diferentes um do outro. Visto que temos o turismo cultural muito forte, por conta da Capadócia, visamos colocar o país como além de um stopover inteligente aos que desejam viajar para Oriente Médio, Balcãs ou Ásia. Temos muito a oferecer em termos gastronômicos aos brasileiros e o fortalecimento disso é essencial para a retomada turística”, explica.

Ainda segundo o diplomata, no que diz respeito aos termos de aviação, espera-se que a malha aérea da Turkish Airlines volte aos patamares de dois anos atrás. Como reforço neste quesito, executivos da companhia aérea também participaram do encontro promovido pelo Consulado da Turquia no país.

“Tínhamos dez frequências semanais que partiam de São Paulo à Istambul, incluindo conexões com Buenos Aires. No momento, com as fronteiras abertas desde 15 de novembro, realizamos seis voos por semana na mesma rota, sendo três ligações conectadas à capital argentina. Com quase toda ocupação voltada ao lazer, temos uma média de 80% até o momento. A ideia é superar estes índices em 2022”, cita Mustafa Dogan, vice-presidente de Vendas e Marketing da Turkish Airlines.

Outro ponto importante, por fim, para o retorno das atividades entre Brasil e Turquia, será a manutenção positiva da pandemia em ambos países.

Deixe uma resposta