US Travel Association faz lançamento oficial no Brasil do IPW 2019

ipw
Malcolm Smith, Cathy Reynolds e Michael Martin (US Travel Association/IPW)

Executivos da US Travel Association vieram ao Brasil para fazer o lançamento oficial da edição 2019 da IPW, a maior feira de turismo dos Estados Unidos. O encontro acontecerá de 1 a 5 de junho em Anaheim, na Califórnia, destino a 55 quilômetros de Los Angeles e a 145 quilômetros de San Diego. “No ano passado, tivemos mais de 110 mil reuniões de negócios que deverão gerar mais de US$ 4,7 bilhões em viagens futuras aos Estados Unidos”, destacou Michael Martin, gerente de marketing internacional da IPW, durante o encontro que aconteceu no Terraço Itália, na capital paulista.

A maior vitrine de produtos, destinos e serviços turísticos dos EUA reúne mais de mil expositores que representam todos os segmentos de mercado, 1.300 compradores de 70 países e 500 jornalistas de todo o mundo. As inscrições serão abertas em 1° de outubro, mas só podem participar profissionais previamente selecionados, que receberão um link por e-mail. “Essa é uma feira com credenciamento exclusivo para convidados”, reforçou Martin.

A cada ano, a organização registra crescimento de 20% tanto em compradores convidados quanto em expositores que participam do Market Place. Estão confirmadas as participações dos 48 escritórios de estados norte-americanos, 249 representantes de cidades e regiões do país e 374 grupos hoteleiros. A inscrição para compradores inclui cortesia de cinco noites de hospedagem, traslados, acesso ao IPW Marketplace, passeios turísticos, 44 reuniões pré-agendadas e eventos de networking.

Programação

O evento de abertura será realizado na noite de 2 de junho, na Disneyland, exclusivamente para os convidados. “Os turistas serão convidados a se retirar e o parque ficará fechado apenas para os cerca de 7 mil participantes da IPW. Lembrando que o local recebe, diariamente, uma média de 40 mil pessoas”, comentou Martin. A festa de encerramento será em outro parque icônico da região, o Knott’s Berry Farm.
Apesar das locações escolhidas, a ideia de levar o show para lá é mostrar que o destino tem muito mais a oferecer. “São novos restaurantes, shoppings e hotéis na cidade que também está no top 3 em termos de gastronomia nos EUA”, disse o executivo. Outro destaque são as praias californianas, com destaque para Huntington, Newport e Laguna Beach.

Resultados do IPW em Denver

Na última edição, realizada em maio deste ano, em Denver (Colorado), 99% dos compradores que responderam à pesquisa de satisfação apontaram que a feira é extremamente valiosa para seus negócios. A organização também teve destaque: 99% classificaram o evento como muito bom ou excelente. A estratégia de ser um evento itinerante mostra-se assertiva para a promoção de diferentes destinos norte-americanos. Na pesquisa sobre a edição passada, 62% dos respondentes disseram estar mais propensos a fechar reservas de pacotes para a cidade-sede.

Mais informações podem ser obtidas com as profissionais que representam o Comitê Brasileiro formado por Jussara Haddad (diretora do grupo); Flavia Perin (responsável pela imprensa), Vera Achcar (responsável pelo trade). A estratégia de criação de grupos locais para seleção e indicação de compradores e representantes de veículos de imprensa que formam as delegações foi iniciada em 2017, antes da edição de Washington DC. A ideia é realizar um filtro criterioso para manter o foco do evento na geração de negócios.

Números revistos: Brasil cresce 11%

Malcolm Smith, gerente-geral da IPW, aproveitou a ocasião para destacar uma notícia importante. Ele informou que o Escritório Nacional de Viagens e Turismo do Departamento de Comércio norte-americano (da sigla NTTO, em inglês) concluiu a revisão dos números de visitação em 2017. O país recebeu 77 milhões de viajantes internacionais e o Brasil cresceu 11% na comparação com 2016.

Normalmente, esses números são informados durante a coletiva de imprensa da US Travel Association que acontece dentro da programação da IPW. Neste ano, entretanto, a NTTO havia suspendido a publicação dos dados em abril por conta de inconsistências detectadas nos registros do departamento de Alfândega e Proteção de Fronteiras. O erro de programação resultou em milhares de registros classificados incorretamente.

Leia mais notícias sobre Feiras e Eventos.

Deixe uma resposta