Usina de Itaipu adere a Hora do Planeta e apaga luzes por uma hora

A Usina Hidrelétrica de Itaipu participa da ação desde 2010 e, este ano, apagará 747 refletores e 112 luminárias para a inciativa que visa conscientiza sob o impacto humano na Terra

0
Foto: Nilton Rolin

No próximo sábado (30), os turistas que fizerem o passeio Itaipu Iluminada, oferecido pela usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR), terão a oportunidade de participar da Hora do Planeta na maior geradora de energia do mundo.

Das 20h30 às 21h30, as luzes ornamentais da barragem, acesas sempre às sextas-feiras e sábados como parte do roteiro, serão desligadas para demonstrar o engajamento da binacional ao movimento, que chama atenção às mudanças climáticas no planeta.


LEIA MAIS:
+ Centro de Convenções de Foz do Iguaçu será concedido ao setor privado
+ Foz de Iguaçu (PR) destaca janeiro de 2019 como o melhor mês na história
+ Blue Park de Foz do Iguaçu (PR) atrai 40 mil visitantes no 1º mês

Este ano, o apagar dos 747 refletores e 112 luminárias, que sempre ocorre enquanto os turistas estão fazendo o tour pela usina, poderá ser visto do Mirante Central. O passeio de ônibus pela usina iluminada virá antes, invertendo a ordem usual do roteiro. Ao final, também haverá queima de fogos de artifícios e uma apresentação musical do acordeonista Tiago Rossato.

A saída do Centro de Recepção de Visitantes está prevista para às 19h30. O roteiro completo tem duração de aproximadamente uma hora e meia. Moradores de Foz do Iguaçu e municípios lindeiros não pagam a entrada. O valor do ingresso para turistas é de R$ 45. Serão disponibilizadas 400 vagas.

Esta será a 9ª vez que a usina adere à Hora do Planeta, iniciativa de reflexão também do impacto direto das pessoas sob a biodiversidade. Para isso, as empresas e pessoas são convidadas a demonstrar sua preocupação com a questão ambiental por meio do ato de apagar as luzes por uma hora em um dia específico.

O movimento surgiu em 2007, em Sydney, na Austrália. No ano passado, a inciativa contou com a participação de cidades e municípios pertencente a 188 países e territórios, contabilizando mais de 17 mil ícones e monumentos apagados. Só no Brasil, a ação envolveu mais de cem cidades e 1,5 mil monumentos apagados.


LEIA TAMBÉM:
- Visit Iguassu lançará 1ª plataforma EAD de um destino brasileiro; veja
- Turismo de Destino Iguassu passa por revisão estratégica de planejamento
- Visit Iguassu comemora resultados positivos em 2018

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here