Venda Nova do Imigrante (ES) é classificado em edital do MTur

O objetivo é impulsionar produtos e serviços da agricultura familiar em Venda Nova do Imigrante associados ao turismo

Venda Nova do Imigrante
Produtos artesanais de Venda Nova do Imigrante. Foto: Ana Azevedo

A Secretaria de Turismo do Espírito Santo acaba de anunciar que o Circuito de Agroturismo de Venda Nova do Imigrante foi classificado no edital do “Projeto Experiências do Brasil Rural”, organizado pelos Ministérios do Turismo (MTur) e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), junto à Universidade Federal Fluminense (UFF).

“Esta classificação é muito positiva para nosso Estado, que já é referência no agroturismo, e com este edital poderá aperfeiçoar ainda mais, fortalecendo esta vocação do Espírito Santo, qualificando e, por consequência, atraindo mais turistas para cá”, explica a secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro.

O objetivo é impulsionar produtos e serviços da agricultura familiar associados ao turismo, diversificando a oferta turística brasileira, apoiando a formatação e o posicionamento de produtos e roteiros de experiências no meio rural. O município de Venda Nova do Imigrante, premiado pelo Ministério do Turismo devido ao seu pioneirismo no setor, em 2006, recebeu o título de Capital Nacional do Agroturismo. Localizado a 104 quilômetros da capital, Vitória, integra a região turística Montanhas Capixaba.

A forma de trabalhar o agroturismo no Espírito Santo é específica no mundo das experiências de turismo rural. Desenvolvido no âmbito familiar, além de produzir, transforma a realidade rural, tornando o campo um atrativo, inclusive, turístico. Assim, os produtos agregam valor, gerando maior competitividade no mercado, oportunidades de emprego e distribuição de renda no campo.

Os projetos selecionados contarão com apoio técnico para estruturação dos destinos e empreendimentos, bem como a comercialização de produtos e serviços. Também estão previstas capacitações de empresários, empreendedores e produtores rurais para a criação ou aprimoramento de roteiros e experiências.

Agroturismo capixaba: O agroturismo do Espírito Santo é muito diversificado. Oferece uma grande variedade de produtos tais como geleias, doces, biscoitos, pães, café, fubá, socol, queijo, ricota, iogurte, vinhos, licores, cachaças, artesanato e bordados e está espalhado em todo nosso território. Além disso, a qualidade da nossa produção se reflete na conquista de alguns Indicadores Geográficos (IGS), como para o socol, cacau em amêndoas, inhame e cafés.

A Região das Montanhas Capixabas é referência nacional no desenvolvimento do agroturismo, com destaque para Venda Nova do Imigrante. O agroturismo das montanhas capixabas oferece infraestrutura com casas de chá e café colonial, trilhas ecológicas e passeios a cavalo. Além do contato com o campo e o acesso a produtos caseiros, o visitante pode participar de colheitas e presenciar o processamento dos produtos, revivendo a tradição dos imigrantes.

Deixe uma resposta