Viajantes corporativos são 13% mais propensos a realizarem reservas por smartphones

De acordo com a CWT, as reservas que são feitas pelo celular têm 15,8% mais chances de serem de classe executiva, 15% mais chance de serem premium economy e 8,4% mais chances de serem primeira classe

0

De acordo com uma pesquisa realizada pela CWT, os viajantes corporativos mais ativos têm mais probabilidade de reservar voos usando seus smartphones. Ainda de acordo o estudo, profissionais que fazem mais de cinco viagens por ano tem 13% mais chances de fazer reservas por meio de seus celulares, assim como os viajantes que revisitam um local são 11% mais inclinados a fazer o agendamento pelo aparelho.

“As descobertas são claras: quanto mais você viaja, mais você usa seu smartphone, e isso inclui reservar voos diretamente por meio de um aplicativo. Fazer reservas no dispositivo móvel exige certo nível de confiança, o que vem somente com a experiência. Por isso, os viajantes que já visitaram um destino no passado têm maior probabilidade de fazer uma reserva por meio de dispositivos móveis”, diz Amit Wurgaft, diretor de Experiência Digital da CWT.


LEIA MAIS:
+ WTM Latin America debate inovações para o turismo corporativo
+ CVC Corp aponta Marcos Pessuto como gerente de produto terrestre Sul
+ Comitê Mice da Abracorp reúne gestores de eventos em São Paulo

A análise ainda mostra que as soluções de reservas também são mais propensas a serem utilizadas em viagens de classes de tarifa mais altas. Em comparação com as reservas feitas pelo computador, as feitas por um smartphone têm 15,8% mais chances de serem de classe executiva, 15% mais chances de serem premium economy e 8,4% mais chances de serem de primeira classe.

Os resultados também mostram que há uma correlação entre quando as pessoas reservam e como elas agem. Quanto mais próxima é a data de partida, mais inclinados os viajantes são para reservas por meio de seus celulares. O levantamento indica que 62% das reservas de celular são feitas entre um dia e uma semana antes da partida, mas apenas 28% das reservas realizadas por computador são feitas durante esse período.

No entanto, quando se trata de autoatendimento para a compra de viagens corporativas, os computadores seguem liderando o caminho, com 80% das reservas. Os smartphones ocupam o segundo lugar da lista, com 15%, e os tablets em seguida, com 5%. Por fim, a pesquisa mostra que 73,5% dos viajantes reservam seus voos no escritório, independentemente do canal. Contudo, se reservarem os seus voos em casa, sã 12% mais propensos a fazer a reserva por meio de dispositivos móveis.


Leia também:
Abracorp debate segurança em encontro com gestores de TI de TMCs
Alagev aponta alta de 3,7% no segmento corporativo no 1º trimestre
‘Uber dos helicópteros’ permite ao usuário locar voos corporativos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here