Vila Galé registra aumento de 20% no faturamento em 2018

0

A rede Vila Galé anunciou um faturamento de R$ 318 milhões em 2018. O valor representa um aumento de 20% em comparação ao faturamento do ano anterior, que somou um total de R$ 265 milhões. Além disso, foram contabilizados 535 mil quartos ocupados, um aumento de 8% frente a 2017.

“Os resultados positivos são reflexos da estratégia adotada pela Vila Galé em 2018, com foco nas inovações no entretenimento e na oferta gastronômica, bem como no investimento e lançamento de novos projetos. Para este ano, estamos preparando diversas inovações em nossas unidades e passaremos a ter novos produtos a serem oferecidos ao público”, enfatiza José António Bastos, diretor de Operações Brasil.

Em 2018, os brasileiros se mantiveram como principal público nos hotéis do País, respondendo a uma parcela de 88%, seguidos pelos argentinos e portugueses.

Em Portugal, onde a rede detém 23 hotéis, o grupo obteve receita de R$ 112 milhões de euros, um acréscimo de R$ 6 milhões se comparado com o que fora registrado no ano anterior. Além disso, foram contabilizados 977 mil quartos ocupados, equiparado com 2017.

Os resultados globais alcançaram um volume de negócios de 184 milhões de euro em 2018, alavancamento de 6% se comparado com 2017.

Vila Galé: novidades

Após o lançamento do Vila Galé Touros, com 514 acomodações e onde foram investidos R$ 150 milhões, a rede anunciou novos projetos em São Paulo e na Bahia.

No litoral baiano, o Vila Galé Costa do Cacau deverá entrar em operação em 2021 e contará com 467 unidades habitacionais. O resort all inclusive deverá seguir os mesmos padrões dos demais, com investimento previsto de R$ 150 milhões.

Já a novidade paulista é o Vila Galé Paulista. O empreendimento, que será focado no público corporativo, terá 110 acomodações e conta com um investimento inicial de R$ 80 milhões.

Além do Brasil, a rede inaugurará o Vila Galé Collection Elvas, no Alentejo, em Portugal. No meio de hospedagem, com expectativa de iniciar as operações em abril, serão investidos mais de oito milhões de euros. Já o Vila Galé Douro Vineyards, em Lamego e já em operação, tem a sua segunda etapa prevista para 2020, saindo de sete para 49 quartos, com investimento total de dez milhões de euros.

No último trimestre de 2019, também está prevista a inauguração do Vila Galé Serra da Estrela, em Manteigas, com investimento superior a dez milhões de euros. Já em 2020, a rede deve concretizar a abertura do Vila Galé Alter Real, no Alentejo, em Portugal. Ao todo, a rede Vila Galé planeja contar com 38 unidades no mundo em 2021.

Leia mais sobre Hotelaria. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here