Você usa WhatsApp para os negócios?

0

Há muita gente que nunca tuitou. Outras jamais postaram uma foto no Instagram. Há os inimigos declarados do Facebook e aqueles que só entraram duas vezes no Youtube. No entanto, é missão quase impossível conhecer alguém que não tenha WhatsApp, que o brasileiro carinhosamente chama de “zapzap”.

Pesquisas recentes indicam que 80% dos smartphones do Brasil têm o aplicativo instalado e que a empresa tem 1 bilhão de usuários ao redor do mundo.  A conta chega a 42 bilhões de mensagens trocadas todos os dias pelos usuários do aplicativo de mensagens instantâneas e, em média, brasileiros checam o celular 23 vezes ao dia para ver seu conteúdo.

Diante de números tão expressivos, não há como negar sua importância na comunicação contemporânea. Mas você usa o WhatsApp como ferramenta de interação com clientes?

Sim, é muito possível trabalhar imagem e vendas usando essa tecnologia. Politicamente é utilizada com frequência, inclusive recentemente na paralisação dos caminhoneiros. A proliferação de fake news, inclusive, tem muito a agradecer ao WhatsApp. Mas isso já é outra história.

Muitas empresas utilizam o canal como canal de atendimento ao consumidor. As antigas centrais de SAC têm sido substituídas por pequenas e médias empresas com profissionais que usam o WhatsApp para  resolverem problemas pontuais, críticas ou elogios.

Inúmeras lojas no Instagram usam o aplicativo como canal de compras e vendas, além de anunciar promoções, desde que respeitadas as políticas de privacidade. Há outras organizações que criam grupos de WhatsApp para assegurar fidelização e engajamento. No entanto, é preciso cuidado, estratégia e muito bom senso para que o uso da ferramenta não se volte contra a empresa.

Se você pretende usar o WhatsApp dentro da estratégia de comunicação é preciso se assegurar que as respostas sejam rápidas, que os clientes autorizaram o contato, que o português seja impecável. Nem é preciso dizer que propagandas em excesso são catastróficas e que os grupos precisam de moderação para não transformar a vida dos usuários em um inferno estressante.

Como qualquer outra plataforma, é preciso ter profissionais capacitados para gerenciar o canal e assessoria de agências especializadas em comunicação. O uso do WhatsApp ainda exige muita reflexão e testes, daí a necessidade de profissionais gabaritados. Mas é inegável sua eficiência e importância. Principalmente nos dias atuais em que conversões em vendas ganharam outra velocidade e dimensão de mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here