Voepass suspende operações por tempo indeterminado

A empresa também concede licença remunerada para parte de seus colaboradores, pagando 20% do salário base a todos que se incluem nessa lista

Eduardo Busch, diretor executivo da Voepass
Eduardo Busch, diretor executivo da Voepass

A Voepass informou a interrupção de todos os voos operados por tempo indeterminado. A ação tem base no impacto da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) em seus voos, como baixa demanda e cancelamento nas últimas semanas. A suspensão vale a partir desta segunda-feira (23) e não tem data de encerramento estabelecida.

A empresa deliberou com os sindicatos a melhor forma para preservar postos de trabalho e propostas estão sendo apresentadas aos colaboradores. Entre as medidas, a companhia concede licença remunerada para parte dos funcionários, liquidando 20% do salário base a todos em licença a título de abono.

Já os colaboradores que permanecerão em atividade na empresa, podem ter redução na carga horária e no salário, incluindo casos de home-office. Todos os diretores e gerentes mantém atividades normalmente, também com redução salarial.

“O período será uma hibernação para que, no curto prazo, a Voepass consiga voltar ao seu processo de reestruturação e crescimento com a mesma intensidade dos últimos meses. Estamos monitorando o mercado de forma constante e estaremos prontos para retomar as operações no momento propício e adequado”, afirma a aérea em nota.


Deixe uma resposta