Volkswagen lança Fox BlueMotion e CrossFox com I-Motion

Por: Marcelo Alexandre

A Volkswagen, para se manter ativa no mercado, apresentou duas novidades na família Fox: o Fox BlueMotion e o CrossFox com câmbio I-Motion. Ainda que não seja o lançamento de um carro novo, são opções à mais que passam a atender novos clientes.

 

Fox BlueMotion

Esse é o terceiro modelo da marca a contar com o conceito BlueMotion, no Brasil. Os primeiros foram o Polo BlueMotion (abril de 2009 e que não fez muito sucesso) e o Gol G4 Ecomotion (abril de 2010).

O novo modelo é mais um passo em direção a uma proposta ambientalmente correta. Além disso, a marca afirma que fez questão de tornar o Fox BlueMotion uma opção acessível. Seu preço está posicionado cerca de 3% acima do valor do Fox 1.6 atual.

Dentro do conceito BlueMotion Technologies, a Volkswagen busca criar veículos que sejam eficientes tanto em desempenho dinâmico como em sua relação com o meio-ambiente. Segundo a marca, o nome BlueMotion não é apenas a designação de uma série ecológica, mas carrega consigo o posicionamento e a atitude do Grupo Volkswagen. Blue, que significa “azul” em inglês, é a cor corporativa da marca e remete aos elementos naturais a serem preservados, como água e ar. “Motion, que por sua vez quer dizer “movimento”, incorpora o aspecto dinâmico, da mobilidade voltada para o futuro.

Dessa forma, o Fox BlueMotion teve sua aerodinâmica ajustada em túnel de vento. Alguns detalhes foram analisados buscando o menor arraste.

Assim, a grade frontal superior traz formato diferenciado, com desenho exclusivo e aberturas mais estreitas, garantindo eficiência aerodinâmica. A grade inferior teve seu perfil nas laterais também alterado.

Motor e câmbio recalibrados

O Fox BlueMotion utiliza o motor 1,6 litro EA111 com nova calibração, junto com mudanças na transmissão, que foi alongada. Desta forma, o motor, que desenvolve 104 cv com etanol e 101 cv com gasolina, trabalha em rotações mais baixas às mesmas velocidades, reduzindo o consumo e as emissões. O Fox BlueMotion vai de 0 a 100 km/h em 10,3 segundos e tem velocidade máxima de 185 km/h (valores com etanol).

Baixa Resistência ao Rolamento

Com a utilização de pneus de baixa resistência ao rolamento, os pneus diferenciados, que contém maior quantidade de sílica na sua composição, na medida 175/70 R14, associando a um aumento da pressão de enchimento de 29/28 PSI para 36/34 PSI (dianteiro/traseiro) foi possível obter uma redução na resistência ao rolamento da ordem de 23%. Para manter as condições de conforto, e compensar a maior firmeza do pneu, a suspensão teve seus amortecedores recalibrados.

Indicação para economiza

Para auxiliar o motorista numa condução mais econômica, o Fox BlueMotion traz no painel, além do computador de bordo, um indicador digital de consumo instantâneo através em uma barra gráfica.

Outro dispositivo de auxilio ao motorista para uma condução voltada à economia é o indicador digital de troca de marchas. O motorista recebe a informação da marcha ideal a ser engatada, por meio de um indicador numérico e por setas orientando o motorista a reduzir ou aumentar a marcha.

Consumo menor

Segundo a Volkswagen, nos testes de consumo e de acordo com a norma NBR 7024, o Fox BlueMotion obteve a marca de 16,1 km/l (média ponderada, cidade/estrada, abastecido com gasolina) uma melhora de 12,7% em relação à versão normal que obteve 14,3 km/l. Quando abastecido com etanol, o Fox obteve neste mesmo ciclo a marca de 10,9 km/l, 12,6% melhor que a versão de série (9,7 km/l). Na prática o consumo de combustível deve ser maoir, pois a norma NBR avalia o carro em condições ideais, diferente do uso cotidiano.

O Fox BlueMotion é oferecido nas versões duas e quatro portas, nas cores sólidas Branco Cristal e Preto Ninja ou nas metálicas Prata Sargas, Cinza Quartzo e Azul Boreal. No interior, o painel tem acabamento cinza escuro (dark gray) e os bancos são revestidos de tecido Malharia Fresh azul.

Preço

A nova versão Bluemotion do Fox, tem os seguintes preços sugeridos: Duas portas por R$ 36,7 mil e quatro portas por R$ 38,3 mil.

 

CrossFox com I-Motion

crossfox

A linha 2013 do CrossFox está chegando às concessionárias com a oferta da transmissão automatizado I-Motion. A Volkswagen atende assim a uma demanda do mercado, principalmente nos grandes centros urbanos, onde a opção pelo câmbio automático (ou robotizado, caso do I-Motion) é cada vez mais abrangente.

Transmissão robotizada

Conhecida pela sigla ASG (iniciais de Automated Sequential Gearbox) a transmissão I-Motion permite que o motorista faça trocas de marchas sequenciais sem precisar acionar a embreagem. As mudanças podem ser feitas por meio da alavanca localizada no console ou pelos acionadores opcionais (shifts paddles) posicionados junto ao volante. Mas a principal vantagem da transmissão I-Motion é poder ser usada de modo totalmente automático, com a seleção das marchas definida por uma central eletrônica.

A tecnologia I-Motion se baseia na transmissão manual de cinco marchas MQ200 da Volkswagen. A transmissão automatizada agrega à caixa um sistema de acionamento inteligente e elimina a necessidade do pedal da embreagem.

Na transmissão ASG, as trocas de marchas são feitas por atuadores eletro-hidráulicos, acionados por um sistema de óleo pressurizado até 60 bar. A seleção das marchas é feita por uma central de controle computadorizada específica (TCU – Transmission Control Unity), que troca informações com a central responsável pelo gerenciamento do motor (ECU – Engine Control Unity). Para escolher a marcha apropriada a cada situação são levados em conta dados como a velocidade do carro, a inclinação da pista, rotação do motor e o posicionamento do pedal do acelerador.

O motorista pode optar por um comportamento mais dinâmico, em modo automático, selecionando a opção esportiva do câmbio (S, de Sport). Nessa posição, a TCU passa a realizar as trocas nas acelerações em rotações mais elevadas, privilegiando ao máximo o aproveitamento do torque do motor.

Menor custo

O acionamento automático da embreagem proporciona também uma redução nos custos de manutenção deste componente. Como a movimentação do disco de embreagem é feita sempre em condições ideais, o desgaste do conjunto de embreagem é menor do que com a transmissão manual. A simplicidade do sistema automatizado de troca de marchas da transmissão I-Motion também resulta em menores custos de manutenção, comparados aos dos câmbios automáticos tradicionais, que são mecanismos altamente complexos. Outra vantagem da transmissão automatizada é pesar apenas 8 kg a mais do que o câmbio manual, enquanto as automáticas tradicionais podem pesar de quatro a cinco vezes o peso de uma transmissão manual.

O CrossFox I-Motion é equipado com o motor 1.6 Total Flex, que desenvolve 104 cv  quando abastecido com etanol e 101 cv com gasolina. Usando apenas etanol, o carro acelera de 0 a 100 km/h em 11,7 s (12 s com gasolina) e atinge 173 km/h (171 km/h com gasolina).

Novo acabamento interno

O CrossFox agora tem de série bancos com revestimento em Malharia Fractal preta. Opcionalmente, pode ter estofamento de couro Native Hazel preto. O modelo tem nova moldura lateral para proteção das portas, parassóis com espelhos de cortesia, tomada de 12 volts e preparação para áudio com quatro alto-falantes e dois tweeters, além do banco traseiro corrediço (com três encostos de cabeça), que permite adequar o tamanho do porta-malas às necessidades do usuário.

Novo limpador de para-brisa

Uma novidade presente de série em toda a linha Fox 2013 são as palhetas do limpador de para-brisa tipo “Aerowisher”. Com design mais aerodinâmico, esses componentes provocam menor turbulência do ar e, consequentemente, menor ruído em altas velocidades. A nova estrutura das palhetas também melhora o contato com a superfície do vidro, assegurando melhor visibilidade e segurança em condições climáticas adversas. O CrossFox I-Motion conta também com freios ABS e airbags dianteiros de série.

Preço

A nova versão do CrossFox, equipada com câmbio robotizado I-Motion tem preço sugerido de R$ 53,9 mil.

Deixe uma resposta