Workshop Brasil em Equador conta com presença de 50 empresas locais

Por: Camila Oliveira

QUITO – Os 13 operadores associados à Braztoa foram recepcionados pelo ministro do Turismo, Vinicio Alvarado, hoje, dia 14, em abertura da primeira parte do Workshop Brasil, realizado exclusivamente para os brasileiros participarem de um networking com cerca de 50 empresas equatorianas, oferecendo serviços de hotéis e resorts, receptivos, companhias aéreas e produtos turísticos.

 

“Fizemos uma aliança com a Tame, quando a companhia iniciou suas operações em São Paulo, para aumentar a presença dos turistas brasileiros no Equador. E tem dado resultado, no ano passado, tivemos mais de 19 mil visitantes do Brasil, mas sabemos que este número pode ser ainda maior”, disse o ministro.

 

Ainda segundo Alvarado, após algumas reuniões realizadas com o ministro de Turismo do Brasil, Gastão Vieira, o país decidiu estreitar as relações com o Brasil por meio de uma parceria com a Braztoa. “Esta é uma oportunidade muito grande”, afirmou.

 

E para atrair os turistas brasileiros para o país, o ministério local tem intensificado a criação de produtos turísticos exclusivos para o mercado brasileiro. “Os operadores associados à Braztoa poderão oferecer aos clientes que desejam visitar o Equador regalias como descontos especiais em compras e uma mala adicional para que desfrutem de shopping em nosso país. Também realizaremos uma forte campanha publicitária, novamente exclusiva para o público brasileiro”, contou o ministro.  A novidade está em primeira matéria divulgada pelo Brasilturis Jornal, com mais detalhes.

 

Atualmente, os principais países emissores de turistas são Colômbia, Estados Unidos, Peru, Venezuela e Alemanha. E os destinos mais procurados são Quito, Guayaquil e Galápagos.

 

Visita ao Palácio Carondelet

palacio

 

Antes de iniciar a segunda parte do workshop, os participantes puderam degustar um almoço com pratos típicos das regiões dos andes e litorânea, no Palácio de Carondelet, embalados ao som de músicas locais e também brasileira.

 

Na oportunidade, o presidente da Braztoa, Marco Ferraz, agradeceu a parceria e o convite do Ministério do Equador e revelou que, a partir de maio a Tame passará a oferecer voos diários de São Paulo, sendo que quatro desses voos vão passar por Lima.

 

“Serão mais de 3 mil lugares para os agentes trabalharem e trazerem mais brasileiros para o Equador. E quanto antes começarmos a divulgar a campanha promocional mais cedo aumentaremos o número de visitantes brasileiros em todas as regiões do Equador”, disse Ferraz. A companhia ainda busca realizar uma parceria com a Gol Linhas Aéreas, para expandir as conexões pelo Brasil através de um codeshare.

 

Após o almoço, os participantes realizaram um pequeno tour pelo Palácio que também é aberto para visitação.

 

Rodada de negócios

 

Durante a abertura da segunda parte do workshop, o vice-ministro do Equador, Patricio Tamariz falou sobre a importância que a indústria turística possui para o país. “Serão investidos uma média de U$ 640 milhões no setor turístico nos próximos 4 anos. Isso confirma que este mercado é muito importante para o país. O objetivo é tornar o Equador uma grande potência turística”, afirmou.

 

Em seguida, o vice-ministro chamou Marco Ferraz para uma breve apresentação da entidade aos operadores equatorianos presentes. O presidente da Braztoa explicou o que é o Turismo Week aos representantes de empresas locais, e os convidou a participarem desta campanha promocional realizada no Brasil.

 

“Se todos vocês participarem do Turismo Week com pelo menos 10 produtos com 20% ou 30% de desconto, poderão contribuir com a inserção de no mínimo 130 pacotes para o Equador. E esta pode ser mais uma oportunidade de oferecer produtos equatorianos para os brasileiros”, declarou Ferraz.

 

O executivo lembrou que o Turismo Week deve ocorrer entre a terceira ou quarta semana de março, vendendo mais de 2 mil pacotes turísticos a preços únicos.

 

Camila Oliveira


A repórter viaja a convite do Ministério do Turismo do Equador, voando Tame, com proteção de viagem Mapfre. O receptivo é coordenado pela Gray Line Ecuador.

 

Camila Oliveira
Camila Oliveira
Camila Oliveira
Camila Oliveira
Camila Oliveira
Camila Oliveira
Camila

Deixe uma resposta