WTTC registra perda de mais de 100 milhões de empregos no mundo

A análise feita pelo WTTC revela, ainda, a perda econômica de US$ 2,7 trilhões, US$ 600 milhões a mais do que era estima há um mês

covid-19 - WTTC
Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC

De acordo com o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, na sigla em inglês), o setor enfrenta a perda de 100 milhões de empregos devido à pandemia da Covid-19. O número cresceu mais de 30% nas últimas quatro semanas. A análise também aponta perda econômica mundial acentuada de US$ 2,7 trilhões em PIB, ante a previsão de US$ 2,1 trilhões há um mês.

“Esta é uma mudança impressionante e profundamente preocupante em tão pouco tempo. Somente no último mês, nossa pesquisa mostra um aumento de 25 milhões no número de perdas de empregos em viagens e turismo. Todo o ciclo do turismo está sendo varrido pela pandemia”, declara Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC.

O WTTC alertou os ministros do Turismo do G20, reunidos em uma conferência virtual, sobre a extensão da crise. Dos 100,8 milhões de empregos perdidos, quase 75 milhões deles estão nos países do G20. O impacto levou à perda de mais de 1 milhão de empregos todos os dias.

“Alertamos os Ministros do Turismo do G20 sobre como os governos precisam intervir rapidamente para apoiar e proteger nosso setor. Viagens e turismo é a espinha dorsal da economia global. Sem isso, as economias globais terão dificuldade em se recuperar de alguma maneira significativa e centenas de milhões de pessoas sofrerão enormes prejuízos financeiros e mentais nos próximos anos”, pontua Gloria.

Confira a escala da análise realizada pelo WTTC quanto a crise:

 RegiãoPerda de empregos (milhões)Perda total de PIB (US $ bilhões)
  Ásia-63,4-1.041,0
  Europa-13,0-708,5
  África-7,6-52,8
América do Norte-8,2-680,7
América latina-4,7-83,8
Caribe-1,2-26,4
  Médio Oriente-2,6-96,2
Mundo-100,8-2.689,4

Deixe uma resposta