NCL seguirá normas voluntárias do CDC para operar nos EUA

De obrigatório à opcional, o regramento do Centers for Disease Control (CDC, na sigla em inglês) contra a covid-19 será mantido pela NCL em suas três bandeiras

NCL
Navio Norwegiam Gem (Foto: Divulgação/NCL)

A Norwegian Cruise Line Holdings (NCL) informou, por meio de Frank Del Rio, CEO e presidente do grupo, que adotará os protocolos voluntários do Centers for Disease Control (CDC) contra a covid-19. Obrigatória desde o início da pandemia, a aplicação das medidas nestes moldes expirou na última semana e, por isso, tornou-se opcional às armadoras.

De acordo com o executivo, a decisão de manter as ações sanitárias prescritas pelo órgão de controle norte-americano vai de encontro com a missão da NCL de priorizar a mitigação da pandemia. “A saúde e segurança dos nossos clientes, tripiulantes e comunidades que visitamos são nossa prioridade”, afirma.

A NCL mantém o alinhamento com as medidas nas três marcas que tem sob sua tutela: Norwegian Cruise Line, Oceania Cruises e Regent Seven Seas Cruises. Além disso, a medida vale para navegações em águas norte-americanas.

Sendo assim, todas as bandeiras continuam a exigir a vacinação total dos hóspedes embarcados, testagem de todos os hóspedes antes do embarque e provas de rotina na tripulação.

“Nossa adoção ao programa voluntário oferece aos hóspedes, tripulação, parceiros de viagem e outras partes interessadas a garantia de que continuaremos a atender e exceder as disposições estabelecidas pelo CDC”, explica Del Rio.

Deixe uma resposta