Movida cresce 90% em receita no 2º tri

Com frota que ultrapassa 200 mil carros, a Movida vê crescimento de 54% neste índice frente segundo trimestre de 2021

Movida
(Foto: Divulgação)

A Movida divulgou, nesta terça-feira (2), um balanço dos resultados do segundo trimestre de 2022. Com níveis positivos, a companhia registrou receita líquida de R$ 2.307,6 milhões, incremento de 90,5% frente mesmo período em 2021.

O EBITDA da locadora também bateu o recorde no trimestre, registrando R$ 905,3 milhões – 133,0% maior do que no segundo trimestre do ano passado — sendo R$ 700 milhões vindos de locação.

“Nossos resultados reforçam os novos patamares que temos conquistado trimestre a trimestre e comprovam que implementamos uma estratégia assertiva. Alcançamos novos recordes e deter a frota mais nova do mercado tem colaborado para essa sequência de resultados positivos, oferecendo mais eficiência, além de atender a demanda dos nossos clientes”, explica Renato Franklin, CEO da Movida.

O lucro líquido foi de R$ 186,8 milhões, ficando 7,4% acima o que o mesmo período de 2021. No semestre, o índice foi de R$ 444,9 milhões, aumento de 57,0% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

A empresa registrou receita bruta de R$ 2.438,7 bilhões no trimestre. No segmento de seminovos, o 2T22 registrou o maior volume de vendas em um trimestre: 18.474 carros vendidos.

Movida: categorias

Rent a Car

A Movida abriu 7 lojas no 2º trimestre de 2022 e registrou uma taxa de ocupação de 79,3% no trimestre, comprovando que a demanda segue forte e aderente.

A receita líquida neste segmento atingiu R$ 637,9 milhões no 2T22, um aumento de 86,5% na comparação com o 2T21.

Gestão e terceirização de frotas (GTF)

No 2º trimestre de 2022, a receita líquida de GTF atingiu R$ 441,1 milhões, alta de 125,0% em relação ao mesmo período de 2021.

Seminovos

Em seminovos, destaque para o volume de carros vendidos, o maior em um trimestre até o momento: mais de 18.474 carros vendidos no período. A receita líquida do segmento no trimestre alcançou R$ 1.228,6 milhões, com crescimento de 82,4% em relação ao primeiro trimestre do ano apssado.

A empresa também está reforçando sua rede com a abertura de cinco novos pontos de atendimento, totalizando 86 lojas deste segmento, um aumento de 17,8% em comparação com o ano anterior.


Leia também: Movida prioriza renovação constante da frota em 2022

Deixe uma resposta