Brasil ganha apoio de consultoria para trilhas de longo curso

Brasil
(Foto: Jonathan Borba/Unsplash)

O Ministério do Turismo (Mtur) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) assinaram contrato com uma consultoria especializada que será responsável por desenvolver um manual com orientações para apoiar a criação, estruturação e promoção de Trilhas de Longo Curso no Brasil. A Plantuc Consultoria Socioambiental foi escolhida.

A empresa tornou-se a responsável a partir de edital de chamada pública lançado em janeiro pelo MTur. A iniciativa é uma entre outras formas de fomentar o turismo de natureza no Brasil, visando fortalecer o “diferencial competitivo do país neste segmento”.

O manual, que será elaborado em formato digital, deverá contar com dados e informações sobre os aspectos históricos das trilhas de longo curso no mundo e no Brasil, além de estudos e pesquisas secundárias sobre o perfil do público desse segmento.

Deverá trazer, ainda, um levantamento das políticas públicas relacionadas ao Sistema Nacional de Trilhas do Brasil bem como as principais potencialidades, desafios e oportunidades para desenvolvimento de produtos turísticos relacionados às Trilhas de Longo Curso.

Segundo Raoni Ferreira, coordenador-geral do projeto na Plantuc Consultoria, afirma que o principal papel da empresa será ouvir, entender e construir em conjunto o manual com todos os diferentes atores envolvidos.

“A gente entende que, a partir das trilhas, temos a possibilidade de colocar em prática vários processos que envolvem desde a geração de emprego, renda, recreação e contato com a natureza, até a conservação, pois grande parte das trilhas de longo curso que temos hoje no país estão integral ou parcialmente em Unidades de Conservação”, comentou.

Detalhes

Os pilares do e-book distribuído terá aspectos relacionados à governança, sinalização, normas de segurança, serviços turísticos e produção associada ao turismo, estratégias para formatação do produto turístico, marketing e posicionamento de produtos.

A divulgação das informações do manual será feita por meio da realização de uma oficina virtual de capacitação para gestores de trilhas de longo curso, trade turístico e demais atores-chave envolvidos na implementação dos percursos. Estão previstas, ainda, outras duas oficinas para coleta de insumos necessários para elaboração da proposta de metodologia, de forma participativa.

“A partir disso, o MTur busca consolidar as políticas públicas de desenvolvimento do turismo em áreas naturais e reforçar a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade – RedeTrilhas, instituída por meio da Portaria MMA/MTur/ICMBio nº 407, de 19 de outubro de 2018”, explica Fábio Pinheiro, secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo.

Deixe uma resposta