O Que Vivi no Turismo… Sérgio Guanais

Difícil desassociar Sérgio Guanais do segmento de locadoras de veículos, mas sua vida profissional começou em agência de viagens

Sérgio Guanais
Sérgio Guanais, entrevistado do O que vivi no turismo.

Baiano de Ilhéus, Sérgio Guanais – personagem deste episódio de O que vivi no Turismo, exclusivo do Brasilturis Jornal – chegou a São Paulo com 6 meses de idade. A mudança de cidade foi motivada pelo novo emprego de seu pai, na indústria automobilística.

Aos 14 anos, Guanais começou a trabalhar como office-boy (ou contínuo, como se dizia naquele tempo) na Bancional Turismo, agência de viagens do então Banco Nacional do Comércio do Estado de São Paulo, da família Paes de Almeida. Nessa função, estava sempre em contato com as companhias aéreas, o que despertou nele o interesse em seguir carreira no Turismo. Consequentemente, concluiu que precisava estudar inglês, e assim o fez.

Anos depois, já fazia curso em Miami e realizava seu sonho: trabalhava na companhia aérea Braniff que, na época, era uma das principais empresas com voos entre as três Américas, além de ser considerada a mais colorida da história da aviação. Na já bem sucedida carreira, trocou a aviação pela hotelaria, na Rede Sheraton e, posteriormente, fixou-se nas locadoras Avis e Hertz.

Aos que iniciam agora no Turismo, um conselho: “Tenha fé, muita garra, gratidão, humildade e sempre faça mais do que for solicitado”.

Conheça a história de Sérgio Guanais:


Leia também: O que vivi no Turismo… Decca Bolonha

Deixe uma resposta