Qantas e Virgin reduzem capacidade das aeronaves na Austrália

A Qantas e a subsidiária Jetstar esperam que a capacidade total para o primeiro trimestre deste ano fique em 70% dos níveis pré-pandemia

Boeing 787 da Qantas (Foto - Divulgação)
Boeing 787 da Qantas (Foto - Divulgação)

A Qantas e a Virgin Australia reduziram a capacidade das aeronaves pelas próximas semanas em meio ao aumento de casos de covid-19 no país da Oceania, que adotou uma das políticas mais rigorosas de fechamento das fronteiras.

Assim, a Qantas e a subsidiária Jetstar esperam que a capacidade total para o primeiro trimestre deste ano fique em 70% dos níveis pré-pandemia, sendo que antes da redução a estimativa era de alcançar 102% da oferta de assentos de 2019.

Já a Virgin Australia anunciou mais cedo nesta semana que iria reduzir a capacidade em 25% até fevereiro, devido a redução da demanda de viagens e parte da equipe de bordo da companhia ter que ficar em isolamento.

Os casos de covid-19 na Austrália subiram para mais de 100 mil nos últimos dias com o avanço da variante Ômicron. Quase 1 milhão dos 1,4 milhão de casos totais do país foram reportados nas últimas duas semanas.

Deixe uma resposta