Single Trips oferece pacotes em grupo para quem viaja sozinho

Renata Guedes, fundadora da Single Trips, inova no mercado turismo ao suprir a necessidade de solteiros e daqueles que não querem viajar sozinhos

Renata Guedes, fundadora da Single Trips
Renata Guedes, fundadora da Single Trips. Foto: Divulgação

Muitos casais planejam viagens e passeios para realizarem juntos em algum momento no futuro. No entanto, em alguns casos, esses planos podem ser postergados pelo fim repentino de um relacionamento.

Esse cenário aconteceu com Renata Guedes, que se viu sem companhia para viajar após dar fim a uma longa relação. Ao pesquisar em grupos de viagens, ela percebeu que não estava sozinha nesse tipo de situação e em 2015 criou a agência Single Trips. “Nosso foco está nos solteiros, homens ou mulheres, que queiram viajar e estejam em busca de uma companhia para compartilhar esses momentos”, relata.

O principal facilitador oferecido pela agência de viagens é o fato de colocar os viajantes em quartos duplos, tendo em vista que as maiores despesas de viagens, em grande parte dos casos, são geradas pela hospedagem. Embora a solução pareça desconfortável para alguns, a empresária garante que encontrou uma forma de passar por cima dessa dificuldade. “As pessoas preenchem um formulário de compatibilidade com várias perguntas e, então, as duplas são formadas de acordo com os perfis. Temos quase 100% de satisfação”, revela Renata.

Mesmo disponibilizando os seus serviços para todos, a fundadora da Single Trips percebeu que o número de mulheres que buscam esse tipo de solução é muito maior se comparado aos homens. “Pelo menos 95% do público são mulheres. Homens também podem ir, porém, em quarto single porque não dá para garantir que haverá outro homem para dividir o quarto com ele”, detalha.

De acordo com Renata, ser solteiro não é uma obrigatoriedade para comprar um pacote na agência de viagens. “Algumas pessoas, mesmo dentro de um relacionamento, buscam a Single Trips porque, às vezes, o companheiro não gosta de viajar e não há outras companhias disponíveis, mas a mulher não quer viajar sozinha, principalmente, para destinos considerados mais perigosos para elas. No nosso pacote para o Egito, por exemplo, não é recomendado que as mulheres viagem sozinhas para lá, então, muitas nos procuram não só pela companhia, mas pela segurança”, pontua.

Com a pandemia impactando diretamente o setor de viagens durante 2020 e parte de 2021, a empresária realizou uma série de cursos e mentorias visando um melhor entendimento das necessidades de seus clientes. “Voltamos com os grupos ainda no final de 2020, apenas no Brasil e tomando todos os cuidados. Hoje, depois da fase ruim que todos vivemos, a agência está progredindo e o mês de abril foi o de maior faturamento na história da Single Trips. Com a pandemia passamos a perceber que não dá para deixar as coisas para depois, que precisamos viver o agora. Por isso, acredito que a busca por viagens, principalmente daqueles que as adiaram por falta de companhia e medo, está voltando. Ninguém quer mais esperar”, finaliza.

Com grupos de, no máximo, 15 pessoas, a Single Trips oferece pacotes de viagens nacionais e internacionais, com alguns grupos já fechados para os próximos meses.

Aquelas que preferem um quarto individual, podem consultar o valor da viagem single. A pessoa continua no grupo, mas em quarto particular. Vale lembrar que os preços no site são sempre para acomodação dupla, ou seja, dividindo quarto.


Leia também:

Deixe uma resposta