Blumenau terá o maior acervo de futebol das Américas

A proposta visa promover a pesquisa com ênfase na história esportiva local, nacional e internacional

museu do futebol
Foto: Divulgação

Na manhã da última sexta-feira (29) foi conhecida a empresa vencedora da licitação para a criação do Museu do Futebol de Blumenau. A Soto Heritage, em parceria com o Instituto Cultural Soto, apresentou proposta única e será a responsável pela nova atração turística da cidade, que pretende ser um centro de referência internacional para a memória do segmento, preservando e protegendo o patrimônio material e imaterial e trará a cidade o maior acervo de futebol das Américas.

O secretário de Turismo e Lazer, Marcelo Greuel, destaca a importância de mais esta ferramenta turística sendo implementada na cidade. “Em breve teremos este Museu, que com toda certeza vai atrair mais turistas para Blumenau, além de ser uma grande atração para os blumenauenses. Esta é mais uma concessão sendo efetivada, que evidencia o sucesso deste modelo de gestão”, completa.

A proposta visa promover a pesquisa com ênfase na história esportiva local, nacional e internacional. Além de criar e desenvolver formas inovadoras de utilização do espaço, ampliando seu alcance de atração de visitantes, com foco no fortalecimento do turismo de Blumenau, em especial na Zona de Interesse Turístico da Vila Germânica, já que o espaço de 3.500 metros quadrados a ser utilizado fica no piso inferior do Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão.

Este novo espaço, além de rico acervo histórico de futebol e eventualmente com itens relacionados aos outros esportes, contará também com “sport bar”, cafeteria e loja de produtos correlatos para os amantes do esporte em geral, com isso, representando um acréscimo importante na atratividade do entorno do Parque Vila Germânica.

Blumenau já é referência em vários segmentos e agora também será para o resgate e história do futebol, destaca o prefeito Mário Hildebrandt. “O mundo vai conhecer Blumenau também pelo Museu do Futebol. Além disso, ele terá papel importante para gerar ainda mais atratividade para a Vila Germânica, aumentando o tempo de permanência do visitante no complexo turístico que é casa da Oktoberfest Blumenau e já atrai milhares de pessoas durante todo o ano.

Maior acervo das Américas

Segundo a empresa vencedora da licitação, o Museu vai contemplar todas as competições internacionais de futebol, por meio dos mais de 40 mil itens, que formam o maior acervo de futebol das Américas. No fim da matéria algumas das relíquias que serão expostas no Museu do Futebol de Blumenau.

Entre outros itens, todo acervo de Paulo Machado de Carvalho, o “Marechal da Vitória”, comunicador e empresário (fundador da TV Record) que chefiou as delegações do Brasil no bicampeonato mundial em 58 e 62 e que dá nome ao Estádio do Pacaembu, em São Paulo, estará em Blumenau.

O curador do museu, Jules Soto, destaca que com a implementação deste Museu vão colocar Blumenau no mapa dos principais museus do mundo relacionados ao esporte. “Apresentaremos peças únicas de todas as Copas do Mundo, além de Olimpíadas, Eurocopa e Copa América, que é a mais antiga competição de seleções do mundo. Será uma atração de nível internacional, tornando a cidade referência”, completa.

A valorização do esporte regional também será um dos pilares do novo museu, segundo Soto. “Queremos com este empreendimento despertar o interesse do empresariado ao fomento e valorização do esporte, trabalhando também junto aos estudantes nas escolas públicas e privadas. É uma mudança de conceito, contribuindo para que Blumenau seja expoente no esporte como um todo” diz.

No museu também serão desenvolvidos eventos relacionados ao esporte, como palestras e competições, entre outros. Como destaque o primeiro Congresso de Museus de Futebol da FIFA que terá Blumenau como casa. “Para outubro, um mês que antecede a Copa do Catar, já queremos estar com a exposição das Copas montada, para que os visitantes da Oktoberfest já tenham mais este espaço para visitação. Vamos criar algo também com foco no futebol alemão, fazendo a relação com a cultura alemã de Blumenau e o esporte mais popular do Mundo”, destaca.

Concessões em Blumenau

O Museu de Futebol integra o Plano de Concessões de Blumenau, com prazo de 20 anos de cessão da área e será mais um dos equipamentos turísticos que estão sendo criados por meio de parcerias e concessões. A cidade é destaque nacional neste quesito, conquistando 23 posições, saltando da 51ª em 2020 para a 28ª neste ano, segundo o levantamento feito pela consultoria Radar PPP e divulgado pela Revista Exame.

Algumas destas concessões já estão em funcionamento ou em fase de obras, como é o caso da Praça Dr. Blumenau que foi entregue à comunidade em fevereiro deste ano; Praça Estação Unifique e Museu da Cerveja, ambos com previsão de funcionamento em 2 de setembro. Completam a lista o City Tour, Froshinn Indaiá e a Revitalização do Museu Fritz Müller.


Leia também: Blumenau faz o lançamento do evento Natal inspirado na Lapônia

Deixe uma resposta