Aldo Leone Filho
Neriton Vasconcelos

    “O que vivi no Turismo…” Teresa Perez

    Referência em viagens de luxo no País, Teresa Perez construiu sua empresa sobre bases familiares sólidas. Foi a experiência de viajar pelo mundo desde cedo que despertou nela a paixão por abraçar novas culturas e foram os valores que ela aprendeu com seus pais e com a...

    Mais Lidas

    Virgílio Carvalho

    O que vivi no Turismo… Virgílio Carvalho

    Virgílio Carvalho se diz um aficionado pelo Turismo. O imigrante português que chegou ao Brasil aos 5 anos e começou a trabalhar aos 7, teve seu primeiro contato com a atividade de forma inesperada. Em 1970, um folheto no ônibus informava a ele a existência de um...

    Última semana

    WTM Latin America Virtual destaca diferenciais da edição

    Nos dias 10, 11 e 12 de agosto, acontece a WTM Latin America Virtual. O evento que ocorrerá em formato online visa...

    Bahia amplia prazo para redução de imposto sobre querosene de aviação

    O Diário Oficial da Bahia publica em sua edição desta sexta-feira (18) aditivo ao termo de cooperação 002/2019, celebrado entre a Secretaria...

    Panamá reforça imagem turística pautada em sustentabilidade

    Panamá está buscando reforçar sua imagem como um destino turístico, tendo a sustentabilidade como um dos pilares aliado à autenticidade de seus...

    Barretos Country amplia capacidade de hospedagem em 50%

    O complexo Barretos Country Thermas Park (SP) acaba de ampliar em 50% a sua capacidade de hospedagem, com a entrega da nova...
    o que vivi no turismo

    O que Vivi no Turismo…Valter Patriani

    Neste episódio de “O que Vivi no Turismo…”, Valter Patriani conta sua história de 40 anos dedicados ao setor.O executivo iniciou sua vida profissional aos 16 anos, como office boy na Varig, onde ficou dois anos. Devido às dificuldades tecnológicas da época, durante o exercício de suas...
    leonardo coutinho

    O que vivi no Turismo… Leonardo Coutinho

    Leonardo Coutinho credita sua entrada no Turismo ao bom desempenho escolar. A oportunidade de ingressar na área surgiu, na década de 1970, ao folhear um jornal de bairro: um teste para ser promotor da Transeuropa Turismo. “Eram uns 30 ou 40 candidatos e eu fui o único...

    “O que vivi no Turismo…” – Juarez Cintra

    Em 3 de agosto de 1978, Juarez Cintra ingressava na sociedade de uma agência de viagens - a Vereda Turismo que, então, era a segunda maior agência de Campinas - e entrava para o mercado de turismo. Com 29 anos e sem nenhuma experiência, ele foi motivado...

    “O que vivi no Turismo”… Ibrahim G. Tahtouh

    Neste episódio da série original “O que vivi no Turismo…”, Ibrahim Georges Tahtouh relata os desafios e conquistas de sua carreira no turismo, a qual iniciou aos 12 anos, trabalhando em uma agência de viagens na cidade de Santos (SP). Aos 16 anos, foi convidado para ser...

    “O que vivi no Turismo”… Plínio Fernandes

    Uma longa jornada na aviação é o que marca a história de Plínio Fernandes, profissional com mais de 40 anos de vivência no segmento. Com passagens por empresas importantes - como Varig e United Airlines - ele é protagonista da série “O Que Vivi no Turismo”, desenvolvida...
    Milton Sanches

    “O que vivi no Turismo”… Milton Sanches

    O desenvolvimento da indústria de cruzeiros no Brasil tem muitas de suas vitórias relacionadas à trajetória de Milton Sanches. O executivo, que iniciou sua carreira na antiga Mappin Turismo, em 1980, teve participação decisiva para a chegada dos primeiros navios aos mares brasileiros, no início da década...
    o que vivi no turismo

    O que vivi no Turismo… Walter Teixeira

    Walter Teixeira, há 46 anos no Turismo, apresenta os marcos de sua trajetória profissional, iniciada no setor de aviação. O empresário destaca sua participação nos projetos "Rondon" e "Brasil na Palma da Mão", além das passagens pela Cruzeiro, Vasp, Carlson Wagonlit Travel, Caesar Park Hotel, American Express...

    “O que vivi no Turismo”… Ginha Nader

    A maior especialista em Disney no Brasil chegou a esse status apoiada por uma imensa força de vontade. Em 1966, Ginha Nader tinha acabado de perder o marido e estava pensando em maneiras de tocar a vida com seus três filhos pequenos. “Vivi para o Nicolau e...