Pernambuco já opera com 94% do volume de passageiros pré-pandemia

De acordo com dados da Anac, da Aena Brasil e da Empetur, Pernambuco já voltou a atender 94% do volume de turistas do período pré-pandemia

Aeroporto Gilberto Freyre em Recife, Pernambuco
Aeroporto Internacional dos Guararapes - Gilberto Freyre, em Recife, Pernambuco. (Foto - Divulgação/Matheus Ribeiro)

De acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), analisados pela Unidade de Pesquisa da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), o Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre ultrapassou em 5% o volume de voos previstos para abril, com relação a 2019.

O equipamento aeroportuário prevê operar até 5.825 pousos e decolagens em abril. Com relação às demais capitais do Nordeste, Salvador e Fortaleza devem operar um total de 4.285 e 2.683 voos, respectivamente. O terminal pernambucano operará com uma média diária de 194 frequências, entre pousos e decolagens. 

“Temos mais voos previstos para este mês que em abril de 2019, ano em que no turismo local estava em crescimento, então este é um resultado muito bom. Ter uma malha robusta, com ligações diretas para várias cidades, é, sem dúvida, um dos maiores trunfos do Estado nesta retomada”, comemora Milu Megale, secretária de Turismo e Lazer.

Outro motivo de comemoração com relação à aviação é o incremento da movimentação de passageiros. Dados fornecidos pela Aena Brasil, companhia responsável pelo terminal, apontam que, em fevereiro, cerca de 640 mil passageiros circularam pelo aeroporto da capital.

O valor representa 94% do número de passageiros embarcando e desembarcando no aeroporto em fevereiro de 2020, quando foi realizado o último Carnaval antes da pandemia. Naquele ano, foram 734 mil transitando pelo aeroporto. Em relação a 2021, durante a pandemia, o aumento da movimentação de passageiros foi de 18%.

“Resultados como esses são a prova de que os turistas voltaram a Pernambuco e ajudam a reaquecer a economia do Estado. Seguimos recuperando ligações, agora com foco especial no internacional, visando o mercado argentino”, salienta Antonio Neves Baptista, presidente da Empetur.

Deixe uma resposta