Pernambuco vê retomada do aluguel de veículos

A retomada dos eventos e celebrações presenciais no calendário nacional tem ajudado as locadoras de veículos

carro
Foto: Divulgação

Preço das passagens aéreas, instabilidade do dólar e o período de férias combinado aos festejos de São João favorecem turistas interessados em viajar de carro pelo Estado. “Para a economia local só perde para o carnaval. O setor demonstra alta expectativa de crescimento, principalmente em regiões do interior. Em Caruaru, por exemplo, teve recorde de público com quase 100 mil pessoas”, comenta o diretor da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis em Pernambuco, Nildo Pedrosa.

A retomada dos eventos e celebrações presenciais no calendário nacional tem ajudado a impulsionar diferentes setores. É o caso da locação de veículos, um importante indicativo do aquecimento do turismo doméstico. “E agora, com as férias de julho, temos importantes mercados emissores como São Paulo, onde recebemos turistas, principalmente famílias, mas também grupos de amigos que, para fugir das baixas temperaturas da estação buscam o clima e as praias do Nordeste”, afirma o diretor da Abla.

Segundo Pedrosa, a proximidade de Pernambuco com Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte também é favorável às viagens de carro, pois muitos turistas acabam optando por combinar os estados. “Se você sai de Recife para Maceió estamos falando de cerca de 250 km de distância. Já para João Pessoa são 120 km, enquanto para Natal é mais ou menos uns 280 km. Ou seja, é tudo muito perto”, explica.

E, apesar de São Paulo seguir como grande responsável pelo envio de turistas, o Estado tem notado o interesse de pessoas provenientes da região do Centro-Oeste, bem como de Minas Gerais. “As ligações aéreas diretas são muito favoráveis para o fomento do turismo”, diz. Já com relação a turistas estrangeiros, aqueles vindos da Europa são em sua maioria de portugueses, mas ainda não como antes.

Pois, de acordo diretor da Abla, apesar da demanda estar boa para o período, não é o mesmo volume de antes da pandemia. “Mas isso se deve ao fato que ainda estamos vivendo um momento de retomada. Acredito que só lá para o meio do ano que vem vamos ter um retorno à normalidade de números similares a 2019”.

O turismo é atualmente responsável pela demanda de 48% da frota total de 1.173.357 do setor (mais de 560 mil carros). A Associação das Locadoras de Automóveis (Abla) recomenda aos viajantes durante seu planejamento a sempre antecipar suas reservas.


Leia também: Locação de veículos tem alta demanda em Minas Gerais

Deixe uma resposta