Kayak: Brasil lidera ranking para trabalho remoto na América do Sul

Uma nova métrica da Kayak divulgou seu ranking de melhores países da América do Sul e Caribe para o trabalho remoto, sendo liderado pelo Brasil

Brasil - Rio de Janeiro
(Foto - Agustin Diaz Gargiulo/Unsplash)

O Kayak divulgou recentemente os resultados do seu Índice de Trabalho Remoto, um ranking de destinos que integram o modelo de trabalho híbrido/remoto considerando políticas flexíveis que permitem tanto o trabalho de casa quanto de qualquer cidade do mundo, tendência conhecida como “workoliday”, uma mistura entre trabalho e férias.

De acordo com o índice, que avalia a fusão das condições de trabalho com oportunidades de viagem, o Brasil se vê na primeira posição em 2022 para a América do Sul e do Caribe, com um total de 71 pontos.

“Nosso país é rico em belezas naturais, possui uma vasta biodiversidade e paisagens de tirar o fôlego. Todas essas vantagens destacam o Brasil como um dos escolhidos para quem quer combinar trabalho remoto e viagens de lazer”, justifica Gustavo Vedovato, Country Manager do Kayak no Brasil.

O ranking também considera condições de saúde, segurança, disponibilidade de infraestrutura para trabalho remoto, preços locais, vida social e condição climática da região. Confira:

Índice de Trabalho Remoto da Kayak. (Foto - Reprodução)
Índice de Trabalho Remoto da Kayak. (Foto – Reprodução)

Globalmente, a nova ferramenta da empresa considera como o top 5 melhores países do mundo para trabalho remoto e viagens: Portugal, Espanha, Romênia, Ilhas Maurício e Japão.

Já considerando o fuso-horário de Brasília, os melhores destinos indicados a brasileiros residentes são os países Portugal, Espanha, Malta, Costa Rica e Panamá.

Por fim, a plataforma disponibiliza dados atualizados sobre as restrições de cada país através do Mapa de Restrições, indicando regras vigentes do destino. Há também um Alerta de Preços na aba de preferências de Voos, onde é possível habilitar a opção de “Acompanhar Preços” por e-mails automáticos.

Deixe uma resposta