União Europeia clama por flexibilização de restrições de viagens

A União Europeia se reuniu recentemente, através do Conselho Europeu, com a finalidade de desenrolar novos protocolos flexibilizados aos viajantes no continente

União Europeia
(Foto: Maheshkumar Painam/Unsplash)

O Conselho Europeu recomendou que os estados-membros da União Europeia (UE) caminhem, a partir de março, na direção da flexibilização de restrições e protocolos instaurados às viagens não-essenciais. Entre os principais protocolos alterados estão a obrigatoriedade dos testes e requerimentos de quarentena obrigatória aos viajantes completamente imunizados com vacinas aprovadas pela União Europeia ou Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo o Conselho, as alterações são realizadas de acordo com observações do quadro evolutivo da pandemia no continente, que melhorou nos últimos tempos graças ao avanço da vacinação em todo o mundo.

Com as novas recomendações, as restrições à covid-19 seriam aplicadas apenas em situações específicas dos viajantes, considerando elementos como o status de vacinação e o histórico dos indivíduos com a doença.

Em alguns destes casos, a exigência de testes PCR e a realização do período de quarentena de 14 dias ainda podem ser exigidos.

Vale ressaltar que todos os viajantes deverão estar imunizados com a última dose a pelo menos 14 dias, e os que estiverem vacinados a mais de nove meses deverão receber uma dose de reforço antes de viajar para o bloco.

Deixe uma resposta