Destinos de cinema: o salto de Gramado (RS) no turismo

A apresentação do painel contou com Rosa Helena Volks, presidente da Gramadotur, e Jorge Céspedes, diretor geral de Cultura de Maldonado, no Uruguai

Gramado
Rosa Helena Volk, secretária de Turismo de Gramado e presidente de Gramadotur)

DE GRAMADO (RS) Apesar da camuflagem natural que o setor artístico consegue dar aos critérios técnicos do cinema, é nítida a influência da sétima arte no sucesso de destinos como Gramado (RS). O entendimento de que o turismo cinematográfico é uma realidade, no entanto, colocou a cidade em outro patamar nos cenários nacional e internacional.

Muito influenciada pelo recheado calendário de eventos, criado principalmente pelo sucesso do Festival de Cinema, Gramado continua bem-sucedido em prospectar viajantes. Quem afirma isso é Rosa Helena Volks, presidente da Gramadotur, durante o primeiro painel do dia do 5º Connection Experience.

Em meio ao remonte do processo acertado do destino da Serra Gaúcha, Rosa Helena reforça o cinema como válvula propulsora dos negócios na cidade e na região da Serra Gaúcha.

“Parte do nosso compromisso de reforçar a atividade turística passa pela criação da Film Comission Gramado. A instituição chega para contribuir com a força do cinema gramadense e para prospecção de ainda mais produções”, afirma a executiva.

Maldonado: case internacional

Contrastando com um dos principais destinos cinematográficos do Brasil, o Connection Experience também convidou Jorge Céspedas, direto geral de Cultura de Maldonado. Localizado no Uruguai, o destino também é sinônomo de cinema.

“Nosso trabalho é voltado não só à retenção de viajantes e clientes do audiovisual, mas também para geração de novas demandas. É importante que o destino não se acostume e crie locações para que o público também se renove ao longo dos anos”, explicou Céspedas.

Gramado
Jorge Céspedes, diretor geral de Cultura de Maldonado, no Uruguai

Além disso, o executivo citou a força que cada produtor ou empresário local deve ter, individualmente, para contribuir com o destino como um todo.

“O sucesso de um destino no turismo é consequência de um trabalho em grupo, mas que é fruto, também, do esforço individual. Além de promoção, todos devem olhar para a criatividade como fator importante para fomentar a atividade”, conclui.


Leia também: Connection começa e debate influência do audiovisual no turismo

Deixe uma resposta