Museu da Broadway anuncia inauguração

Complexo nova-iorquino proporcionará uma experiência teatral imersiva e interativa dedicada aos musicais e peças da Broadway

Museu Broadway
Foto: reprodução/Facebook

Uma das novidades mais aguardadas em Nova York este ano, o Museu da Broadway anunciou a data de sua inauguração: dia 15 de novembro, e os ingressos já podem ser comprados a partir de hoje, 21 de junho, pelo site. O preço unitário é a partir de US$ 39 (grupos e estudantes têm direito a tarifas especiais) e uma parte do valor de cada bilhete será doado para a Broadway Cares/Equity Fights Aids, entidade nova-iorquina sem fins lucrativos que levanta fundos para causas relacionadas à Aids nos Estados Unidos.

As cofundadoras do complexo, Julie Boardman e Diane Nicoletti, contam que o Museu da Broadway – que ficará no número 145 West da 45th Street, no coração da Times Square – incluirá exposições e experiências imersivas e interativas em meio aos cenários, figurinos, adereços, fotos raras, vídeos e canções de produções clássicas como The Ziegfeld Follies, Oklahoma!, O Mágico de Oz, Ain’t Misbehavin’ e Rent, entre centenas de outras, numa homenagem a mais de 500 espetáculos individuais datados do século 18 até a atualidade.

Uma equipe experiente e que conhece profundamente a esfera teatral e a Broadway está ajudando esse ambicioso projeto a ganhar vida, e o time de curadores especializados do Museu da Broadway é liderado por Ben West (historiador e curador residente, responsável pela linha do tempo da Broadway e pelas exposições especiais). Também estão na linha de frente Jennifer Ashley Tepper (curadora da parte de edifícios históricos), John Kenrick (curador dedicado aos musicais que mudaram a história do segmento), Faye Armon-Troncoso (decoradora de cenários e supervisora ​​de adereços, à frente da exposição Making Of de um Espetáculo da Broadway), Lisa Zinni (curadora de figurinos e adereços) e Michael McDonald (gerente de ativos históricos).

O Museu da Broadway é fruto da colaboração com a Playbill, Broadway Cares/Equity Fights Aids, Divisão de Teatro The Billy Rose da Biblioteca Pública de Nova York para as Artes Cênicas, The Al Hirschfeld Foundation, Goodspeed Musicals, Creative Goods e Concord Theatricals.


Leia também: Nova York espera alta nos empregos com fim do teste obrigatório

Deixe uma resposta